Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TEMPO

Fim de semana é de clima seco e temperatura amena

As temperaturas começam a cair no dia 24 de julho
18/07/2020 09:46 - Gabrielle Tavares


O fim de semana será de tempo firme e seco em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), as temperaturas podem variar entre 14°C e 35°C neste sábado (18) no Estado. A umidade relativa do ar pode chegar aos 20%.  

Vento permanece fraco a moderado, com possibilidade de rajadas de vento, especialmente nas regiões sudoeste e sul. Com a umidade baixa, é recomendado ingerir muito líquido, redobrar atenção com idosos e crianças, procurar umidificar ambientes e evitar aglomerações.

Na macrorregião da Capital a variação está estimada em 14°C a 34°C, na região de Corumbá as temperaturas variam entre 17°C e 35°C.  

Na região de Três Lagoas a mínima chega a 14°C e a máxima a 34°C. Na macrorregião de Dourados, a temperatura vai variar entre 16°C e 32°C.

O Cemtec indica ainda que, até a próxima sexta-feira (24), o tempo seguirá típico para a época do ano, com predomínio de sol, temperaturas máximas relativamente elevadas, umidade relativa baixa, com valores abaixo dos 30% em várias localidades e temperaturas mínimas relativamente mais baixas.

“Queda de temperatura está estimada entre os dias 24 a 26 de julho no MS e entre os dias 31 de julho a 02 de agosto com possibilidade para pancadas de chuvas no extremo sul do MS em até 5 milímetros acumulados. Ressalta-se que é necessário o acompanhamento de atualizações futuras para confirmação da tendência”, detalha boletim elaborado pela coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues.

 
 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido