Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESTRADAS

Privatização de duas rodovias do Estado já motiva interesse<BR> de 29 empresas

Incluídas no pacote de logística federal, BRs 262 e 267 são objeto de licitação ano que vem
23/08/2015 00:00 - CLODOALDO SILVA, DE BRASÍLIA


 

Quase todas as empresas ou consórcios autorizados a fazer estudos técnicos e de viabilidade econômica para privatização  das BRs 262 e 267 vão fazer os levantamentos das duas vias conjuntamente. O Ministério dos Transportes autorizou 29 interessados a fazer o estudo, e destas, apenas duas não tem interesse na BR-267. O prazo para apresentar os dados consolidados é 25 de janeiro de 2016.

No primeiro anúncio da pasta, no dia 13 de julho, o total de pedidos de estudo era de 59, mas o número caiu para 56, conforme atualização que constam nas portarias 170 a 179/2015, publicadas no Diário Oficial da União (DOU). As empresas excluídas não cumpriram as regras previstas no edital, publicado no dia 10 de junho deste ano.

Na sexta-feira da semana passada, 14, / o Ministério divulgou as orientações para as 300 empresas autorizadas – o número anterior era 314 - em elaborar estudos técnicos de 11 novos trechos de concessões rodoviárias da nova etapa do Programa de Investimentos em Logística (PIL), dos quais fazem parte as BRs 262 e 267.

*A reportagem, de Clodoaldo Silva, está na edição de hoje do Correio do Estado.

 

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.