Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONSUMO

Procon autua supermercado e retira 26 kg de produtos de circulação

Denúncia de irregularidade foi feita pelos consumidores por meio de mensagens
22/02/2020 09:35 - Natalia Yahn


 

Após receber denúncia de consumidor, o Procon Campo Grande realizou - na tarde de quinta-feira (20) - fiscalização em supermercado localizado na região do Sóter. No local os fiscais identificaram o descumprimento das normas do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

De acordo com o órgão, durante a ação foram encontrados 21,60kg de produtos vencidos, 1,24kg de produtos sem especificações, 1,42kg de produtos sem data de validade e 2,20kg de produtos avariados e impróprios para o consumo. No total, foram descartados 26,46kg de mercadorias. Entre os produtos avariados e impróprios estavam embalagens de mini tomates, brócolis, castanha de caju e cacau, além de lascas de bacalhau.

De acordo com o Subsecretário do Procon Valdir Custódio, “muitas das fiscalizações são baseadas em denúncias feitas pelos consumidores via WhatsApp, que estão cada vez mais atentos sobre os seus direitos, e isso é muito importante. Estamos sempre em alerta e vamos realizar operações em toda a Campo Grande, para garantir a segurança do consumidor em adquirir um produto de qualidade”.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feitas pessoalmente na unidade do Procon Campo Grande, que funciona na Avenida Afonso Pena nº 3.128, próximo a Prefeitura Municipal. Já o telefone para contato é o 2020-1231. Os consumidores também podem entrar em contato através do WhatsApp (67) 98469-1001 ou nas redes sociais. (Com assessoria)

 

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo...