Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONTÁGIO

Procura por polo de atendimento para Covid-19 tem aumentado na Capital

Crescimento reflete nos dados do coronavírus no município
21/05/2020 17:19 - Fábio Oruê


Nos últimos dias, a procura por atendimento médico no Parque Ayrton Senna, onde está instalado o Polo de Atendimento para supostos casos de Covid-19 - doença causada pelo coronavírus - têm crescido e refletido nos dados oficiais do vírus em Campo Grande. 

Conforme informações do boletim epidemiológico do polo Ayrton Senna, os atendimentos saíram de uma média de 18 por dia na semana passada ( de 10 à 16 de maio) para 39,5 por dia nesta semana (17 à 20 de maio).Só na última quarta-feira (20), 56 pessoas procuraram o local com sintomas da Covid-19, sendo que 43 foram classificadas como casos suspeitos de coronavírus. 

Desde que o polo começou a funcionar, no dia 10 de abril, foram atendidas 670 pessoas, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Desse número 344 foram feitos em 27 dias, entre 10 de abril e 6 de maio. Porém, em 15 dias (7 à 21 de maio) foram atendidos 326 pessoas com sintomas da doença, quase o total de atendimentos dos 27 dias. Do total, 419 foram considerados casos suspeitos de coronavírus. 

Atualmente, Campo Grande tem 222 casos confirmados e seis óbitos pela doença, conforme Secretaria Estadual de Saúde (SES). Desse número 148 estão recuperados, 41 em isolamento domiciliar e seis internados. 

 
 

Nesta quinta-feira (21), o prefeito Marcos Trad (PSD) comentou sobre o aumento e fez um apelo para a população da cidade. “ [...] que nós tenhamos cada vez mais um comportamento social adequado. Por favor, se tiverem que saírem de suas casas, levem seus equipamentos de proteção. Esse é um pedido da ciência. Por mais que vocês não gostem das opiniões do presidente, por mais que você é adepto do presidente, não tornam isso uma discussão sem fundamento na medicina e na ciência. Nós estamos acima de qualquer partido político”, disse ele. 

O boletim também informa dados de atendimentos por região de Campo Grande, ou seja, onde os pacientes residem no município. A do Anhanduizinho registrou 248 atendimentos no local, seguida pela região Lagoa com 119. Bandeira, Imbirussu e Prosa somam 90, 50 e 49, respectivamente. Segredo e Centro são 40 cada e outros municípios 13 pessoas.

Conforme os dados, a maioria dos sintomáticos (353) tinham tosse como sintoma. 323 pessoas tinham febre e 299 dor de cabeça, sendo que um paciente pode apresentar mais de um sintoma. Entre outros que foram registrados estão dor de garganta, falta de ar, diarréia ou desconforto respiratório.  

 

 

Felpuda


Sem conseguir controlar a verborragia, figurinha estreante no mundo político-partidário, e que se acha “o último biscoito do pacote”, acabou batendo de frente com titãs da política. Primeiro perdeu os anéis e, agora, os dedos correm sérios riscos. Anda “ameaçando” deixar o lugar onde se encontra, só que por lá vem ouvindo frases como “se é por falta de adeus...”, “os incomodados que se mudem” e “não fará nenhuma falta”.

Como se vê...