Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPORTUNIDADE

Inscrições para o programa Vale Universidade terminam nesta terça-feira

Inscrições já ultrapassaram 3,6 mil, segundo a secretaria dos Direitos Humanos e Assistência Social
16/03/2020 10:23 - Bruna Aquino


Com mais de 3,6 mil inscritos para o programa Vale Universidade o prazo para encerrar as inscrições e concorrer às vagas estabelecidas terminam às 16h desta terça-feira (17). Os interessados devem realizar o cadastramento no site da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast). 

No Vale Universidade, programa do Governo do Estado através da Sedhast, o universitário que é beneficiado com o programa garante 70% da mensalidade que é  paga pelo governo, a Instituição de Ensino Superior onde o aluno cursa arca com 20%, e o acadêmico apenas com 10%.

Segundo a secretaria Elisa Cleia Nobre da Sedhast, é uma grande oportunidade para aquele acadêmico que está precisando de uma ajuda para concluir o curso. “Em contrapartida, ao estágio que é obrigatório, 90% de sua mensalidade é por conta do Governo do Estado e da Instituição de Ensino Superior. A responsabilidade do aluno fica nos 10%. Uma grande ajuda, sem dúvida”, destaca. 

Para garantir a inscrição no processo seletivo 2020, o acadêmico deve acessar o site e seguir o passo a passo para participação no processo seletivo. 

Conforme a publicação de edital, podem se inscreverem no programa, o acadêmico que comprove renda individual igual ou inferior a dois salários mínimos e meio, e renda familiar mensal não superior a quatro salários mínimos, considerada a renda bruta, e que preencha os demais requisitos constantes na resolução.

Após a etapa de inscrição e caso o acadêmico seja habilitado no processo, serão solicitados outros documentos que comprovem as demandas exigidas pelo programa.

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.