Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CHECAGEM DE FATOS

Projeto Comprova oferece mentoria para verificação de informações em campanhas eleitorais

Jornalistas envolvidos na cobertura das eleições municipais de 2020 podem solicitar orientações de forma online e gratuita
26/10/2020 15:25 - Da Redação


O Comprova, projeto coordenado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), abre nesta terça-feira (26), Rede Comprova, programa para jornalistas que cobrem eleições e precisam de orientação para investigar conteúdos suspeitos. As mentorias tem duração de 30 minutos e são feitas ‘online’ e de forma gratuita.

Qualquer jornalista que esteja ligado à cobertura das eleições municipais pode solicitar uma mentoria para receber sugestões de ferramentas e orientações que auxiliam na investigação de conteúdos suspeitos publicados.

O Projeto Comprova foi criado em 2018, com colaboração de jornalistas de 28 veículos de comunicação do país, incluindo o Correio do Estado. A iniciativa investiga conteúdos suspeitos compartilhados em redes sociais sobre eleições, políticas públicas do governo federal e sobre a pandemia do Coronavírus.

A Rede Comprova é a segunda iniciativa do Projeto para preparar jornalistas para a verificação de informações no período eleitoral de 2020. A primeira ação foi o Curso Comprova de Verificação, realizado em outubro deste ano, com treinamento gratuito para 820 jornalistas por 10 horas.

Além do Correio do Estado, os outros 27 veículos de imprensa que estão envolvidas no Projeto são: 

A Gazeta, Gazeta do Sul, AFP, Band News, Band TV, Band.com.br, Canal Futura, Correio (da Bahia), Correio de Carajás, Correio do Povo, Diário do Nordeste (CE), Estado de Minas, Exame, Folha de S.Paulo, GaúchaZH, Jornal do Commercio, Metro Brasil, Nexo Jornal, NSC Comunicação, O Estado de S. Paulo, O Popular, O Povo, Poder360, Rádio Band News FM, Rádio Bandeirantes, revista piauí, SBT e UOL.

O Comprova tem parcerias institucionais com a Associação Nacional de Jornais do Brasil (Anj), o Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo (Projor), a Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), a agência Aos Fatos e a RBMDF Advogados.

A ação também tem parceria para suporte técnico e treinamento para as equipes envolvidas do Google News Initiative e o Facebook Journalism Project. Além disso, os parceiros de tecnologia são CrowdTangle, NewsWhip, Torabit, Twitter e WhatsApp.

Para obter mais informações e se inscrever para receber atendimento, os jornalistas devem acessar a página do Projeto Comprova e solicitar monitoria que será confirmada por email.

 
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!