Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Pronto Atendimento da Santa Casa passa por descontaminação

Forças Armadas irão desinfectar áreas para evitar contaminação do coronavírus
22/04/2020 18:34 - Glaucea Vaccari


 

Área do Pronto Atendimento da Santa Casa de Campo Grande passará por descontaminação na noite desta quarta-feira (22), com objetivo de mitigar impactos causados pelo novo coronavírus à população.  

Operação de desinfecção será realizada pelo Grupamento Operativo de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica, da Marinha do Brasil, com apoio de militares do Exército Brasileiro. Trabalho será realizado logo após a desinfecção do Mercadão Municipal, também marcada para a noite de hoje.

Durante o trabalho, medidas protetivas serão tomadas no entorno do local, com isolamento e interdição de acessos, para garantir proteção tanto da população quanto dos profissionais que irão atuar na desinfecção.  Os materiais que serão utilizados são das Forças Armadas.

A partir de amanhã, as Forças Armadas irão iniciar descontaminação de bairros que recebem as maiores feiras livres, começando pela própria Feira Central, pela manhã.  Os bairros escolhidos foram Pioneiros, Mata Jacinto, Aero Rancho 4, Jardim Petrópolis, Coophatrabalho, Vila Jacy, Piratininga, Guanandi, Moreninhas e extensão para Coophavila.

Além disso, equipes da prefeitura vão descontaminar a 14 de Julho, entre a Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso, a partir das 19h. As mesmas equipes já aplicaram Hipoclorito de Sódio em nove terminais de ônibus da cidade.

No dia 2 de abril, o Aeroporto Internacional de Campo Grande passou pela descontaminação, que também foi realizada pelo Exército e Marinha. 

 

Felpuda


É quase certo que a aposentadoria deverá ocorrer de maneira mais rápida do que se pensava em determinado órgão. O que deveria ser a tal ordem natural dos fatos acabou sendo atropelada por acontecimentos considerados danosos para a imagem da instituição. Os dias estão passando, o cerco apertando e já é praticamente unanimidade de que a cadeira terá de ter substituto. Mas, pelo que se ouve, a escolha não deverá ser com flores e bombons de grife.