Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESTRUTURA

Quase 80% das lâmpadas de LED estão nos bairros e ajudam a reduzir crimes

As 51.200 lâmpadas instaladas por Campo Grande ajudaram a reduzir em 19% o número de roubos e furtos no município
25/08/2020 10:00 - Da Redação


Campo Grande tem hoje 51.200 lâmpadas de LED e grande parte delas foi instalada bem longe do Centro da cidade, ajudando a iluminar ruas de bairros do município. 

Do total, quase 80% (40.549) foram colocadas em bairros, o que também colaborou para um aumento da segurança da população.

Segundo dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), nos primeiros 7 meses de 2020 ouve uma queda de 19,48% no número de furtos e roubos (os chamados crimes contra patrimônio) em relação a igual período de 2019.  

Ano passado, de janeiro a julho foram registradas em Campo Grande 11.239 ocorrências desta natureza. Este número caiu para 9.613 no mesmo período em 2020.  

Os dados mostram também que a queda foi ainda mais expressiva em relação às ocorrências de roubo, que diminuíram de 2.806 para 1.951, uma redução de 30%.  

Conforme a prefeitura, durante três anos e oito meses, na medida em que houve expansão da troca de lâmpadas de sódio por LED, os indicadores foram melhorando. 

Há 3 anos, foram 23.110 ocorrências; em 2018, 21.720; e ano passado, 20.879, uma queda de 9,65% sobre as estatísticas de 2017.

 
 

Aumento gradativo

Campo Grande tinha 11 mil lâmpadas de LED em 2016. De lá para cá esse número aumentou para 51.200. Foram instalados 40.200 novos equipamentos e ainda há a previsão de mais. 

A prefeitura comprou mais 70 mil luminárias de LED, com isso, dentro de 10 meses a Capital terá 97,5% da iluminação pública feita por equipamentos modernos e econômicos.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Rudi Fiorese, a instalação de lâmpadas de LED seguiu as diretrizes do Plano Municipal de Iluminação Pública, que além de buscar maior eficiência energética, serve para inibir a ação de roubos e furtos e aumentar a segurança do cidadão.  

“Como não era possível instalar as novas luminárias em todos os 112 mil postes existentes na cidade, a prioridade foi contemplar ruas que servem de itinerário para o transporte coletivo nos bairros”, afirmou Fiorese.  

Conforme o planejamento da Divisão de Iluminação Pública da Sisep, serão instaladas 10 mil lâmpadas por mês. 

As lâmpadas de 200 watts serão instaladas em postes maiores, colocados em avenidas, já as de 100 W ficarão em parques e praças, e as de 150 W na iluminação pública das ruas.

Com 45% da iluminação pública da cidade composta por luminárias de LED, já é possível perceber uma economia de energia. Segundo a administração, o consumo registrado em maio deste ano é 26% menor que o de igual de período de 2018.

Economia

Embora o número de luminárias de LED instaladas corresponda a aproximadamente 45% da iluminação pública da cidade, já é possível perceber uma economia de consumo de energia, que é revertida em mais investimento para substituição das lâmpadas de sódio. 

O consumo registrado em maio deste ano (5.668.953,00 kWh) é 26% menor que o de igual período de 2018 (7.522,74 kWh).

Conforme estudo de viabilidade técnico-econômica, elaborado em 2017 pela Divisão de Iluminação Pública da Sisep, o gasto médio com energia elétrica por luminária cai 42,72% quando a lâmpada de sódio é substituída pela de LED – de R$ 28,86, esse valor fica em R$ 16,53 por lâmpada. 

Enquanto a manutenção também é reduzida em 65,97%, de R$ 14,05 para R$ 4,78.

De acordo com a prefeitura, essa economia ocorre porque enquanto uma lâmpada a vapor de sódio funciona de 15 a 30 mil horas, precisando ser substituída aproximadamente quatro anos após ser instalada, as de LED podem durar até 50 mil horas, ou equivalente a 12 anos de vida.

 

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...