Clique aqui e veja as últimas notícias!

PANTANAL

Queimadas no Pantanal sul-mato-grossense diminuíram 14,8% no mês de setembro

Em comparação ao ano passado, houve uma queda no número de incêndios
01/10/2020 11:00 - Ana Karla Flores, Glaucea Vaccari


Apesar dos altos índices de focos de incêndio no Pantanal de Mato Grosso do Sul em setembro, houve diminuição de queimadas em comparação com 2019.  

De acordo com o programa de queimadas do Instituto Nacional de Pesquisa Científica (Inpe), o satélite de referência registrou 2.087 queimadas em setembro de 2019, no mesmo período de 2020, foram detectados 1.778 focos, uma queda de 14,8% de queimadas no bioma do estado.

O Inpe identificou que 32% do total de focos de incêndios de setembro deste ano foram iniciados na semana do dia 21 ao 27. A partir do dia 4 até esta segunda-feira houve queda: foram 445 focos, 25% do total no mês.  

AUMENTO

Mesmo com a queda no índice de focos, de janeiro a setembro deste ano foi o período com mais queimadas no Pantanal do Estado. No mesmo intervalo de 2019 foram registrados 4.929 focos, enquanto em 2020 ocorreram 6.975 queimadas. De um ano para o outro, houve um aumento de 29% nos focos de incêndio.

Segundo dados do Inpe, 2019 contou com 5.941 focos em todo o bioma, com aumento de 328% em comparação a 2018. Neste ano, já foram contabilizados 17.577, ou seja, em números, 11.636 incêndios a mais e um aumento de 195%.