Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Recurso de empresa é indeferido e Vale Engenharia vence licitação para obras no Belas Artes

Empresa já havia sido declarado vencedora, mas concorrente entrou com recurso
01/04/2020 18:33 - Glaucea Vaccari


Vale Engenharia e Construções foi declarada vencedora com a menor proposta, no valor de R$ 3.175.125,66, para reforma e adequação para uso do Centro Municipal de Belas Artes, em Campo Grande. Resultado do processo licitatório foi publicado na edição desta quarta-feira (1º) do Diário Oficial do Município.  

Empresa já havia sido declarada vencedora no dia 27 de fevereiro, mas a Meta Construtora, que também participou da concorrência pública, apresentou recurso administrativo e o resultado final ficou suspenso até apreciação das contrarrazões apresentadas.  

Os motivos que embasaram o recurso da Meta não foram divulgados no aviso, mas o mesmo foi indeferido pela  Comissão Permanente de Licitação.

Dessa forma, o resultado anterior foi ratificado e a Vale Engenharia e Construções será a responsável pela obra, com valor que ficou R$ 1.234.381,09 abaixo do teto estipulado para a conclusão do empreendimento, pensado inicialmente para substituir o Terminal Rodoviário da cidade e abandonado há mais de 20 anos.

Projeto prevê reforma completa, desde as instalações hidráulicas, elétricas, acessórias até a arquitetura, passando por iluminação, aparelhagem de ar condicionado, esgotamento e controle de água da chuva.

Ainda consta no projeto a instalação de eletrodutos- linha elétrica fechada, para-raios, redes de tubulação, saídas de emergência com informações como placas e luminárias de emergência e barra anti-pânico, degrau antiderrapante e guarda-corpo nas saídas de emergência previstos em lei para garantir a segurança de servidores e da população.

A pavimentação de parte do piso terá granito polido, madeira, carpete e haverá esquadrias metálicas. As portas de madeira também serão substituídas e as paredes revestidas com azulejos.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!