Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REINCIDENTE

Rede de supermercados é autuada novamente por vender produtos apodrecidos

Empresa já havia sido notificada, mas voltou a vender produtos impróprios para consumo
11/09/2020 16:01 - Da Redação


Localizada em bairros como União, São Conrado, Caiobá e Campo Nobre, uma rede de supermercados em Campo Grande voltou a ser autuada pelo Procon Estadual, e pela Assistência Social e Trabalho (Sedhast), por irregularidades em produtos expostos à venda.

A fiscalização foi motivada por várias denúncias de consumidores sobre irregularidades. 

Em unidade localizada na rua Campo Nobre, fiscais flagraram produtos com prazo de validade expirado, sem informações básicas, armazenamento inadequado e alguns, apodrecidos, confirmando então, o relato dos consumidores.

Pudins, doces de fabricação própria, biscoitos, cookies e torradas foram alguns dos produtos encontrados com prazo de validade expirado. 

Sem informações essenciais e necessárias, estavam prontos para a comercialização sonhos, doces diversos, trigo e torradas.

Integrantes da equipe de fiscalização, juntamente com os funcionários do estabelecimento, realizaram o descarte de todo o material impróprio, que também foi proibido de voltar às prateleiras.  

Os fiscais acharam propício orientar tanto a direção como funcionários do supermercado a respeito da necessidade de manter boa relação de consumo, tendo em mente que é necessário suspender a venda de produtos impróprios para evitar futuras autuações e uma possível multa.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!