Clique aqui e veja as últimas notícias!

PREGÃO

Prefeitura pode gastar mais de R$ 4 milhões com renovação de frota de veículos

Pregão da Prefeitura é para adquirir veículos de passeio, pick-up e vans para atender aos órgãos públicos
26/02/2021 17:00 - Bruna Pasche


A Prefeitura Municipal de Campo Grande abriu pregão eletrônico para aquisição de novos veículos. A compra de mais de 20 veículos de passeio, pick-up e van, pode chegar ao valor de R$ 4.755.700,00.  

A ata foi publicada no Diário Oficial (Diogrande) da Capital, nesta sexta-feira (26). Segundo a publicação, a aquisição visa atender aos órgaos e entendidades do Poder Executivo de Campo Grande, através da Secretaria Municipal de Gestão (Seges).  

Últimas notícias 

O pregão é separado em três lotes. O lote 02 visa adquirir 10 veículos de passeio tipo sedan, 0 km, sendo deste ou do ano passado e bicombustível (álcool ou gasolina). Potência mínima 80 cavalos na gasolina.  

Outra exigência é que o carro seja manual com no mínimo cinco marchas a frente e uma ré. Direção hidráulica ou elétrica, quatro portas e capacidade para cinco passageiros incluindo o motorista. Capacidade mínima de 450 litros no porta-malas, ar-condicionado, jogo de tapetes e todos os equipamentos, ficando em R$ 51.850,00

O lote 04 é para 11 veículos tipo pick-up 2020/2021, 0 km, cabine dupla, tração 4x4 com acionamento no interior do veículo, motor diesel com potencia mínima de 160 cavalos e manual. Direção hidráulica ou elétrica, quatro portas com capacidade para cinco passageiros incluindo o motorista. Distância mínima de 3.000 mm entreo os eixos e comprimento mínimo de 5.200 mm.  

Capacidade mínima de carga de 830kg, ar-condicionado, jogo de tapetes e todos os equipamentos exigidos pelo Código Brasileiro de Trânsito e demais itens de série ora não especificados, podendo custar R$ 131.800,00

Já o terceiro e último lote, 05, é para a aquisição de 14 vans 20/21 com teto alto e 0km. Tração 4x2, motor diesel, potência mínima de 130 cavalos, manual com cinco marchas e ré, direção hidráulica ou elétrica.  

Além das especificações identicas aos outros veículos, a van deve ter qutro portas, duas dianteiras, uma lateral deslizante e uma traseira com abertura em duas folhas. Capacidade de transportar no mínimo 16 passageiros, incluindo o motorista, com poltronas reclináveis e distancia mínima de 3.000 mm entre os eixos.  

"Ar-condicionado, jogo de tapetes e todos os equipamentos exigidos pelo Código Brasileiro de Trânsito e demais itens de série ora não especificados", conclui o texto. Cada uma das vans custa R$ 199.100,00

Aos interessados, a publicação está na página 29. Número 179/2019

Assine o Correio do Estado.