Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

"Campo Grande contaminou a boa performance do Estado", relata Resende sobre desempenho conta Covid

São 968 novos casos em todo Estado, que totalizam 38.393 nesta terça-feira (18)
18/08/2020 12:58 - Gabrielle Tavares


São 968 novos casos da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, 528 deles somente em Campo Grande. A cidade que se tornou o novo epicentro da doença no Estado, “contaminou a boa performance do MS no enfrentamento do coronavírus”, disse o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

“Se nós não tivéssemos esse crescimento exponencial, que está se mantendo a quase dois meses ininterruptos, nós certamente teríamos continuado com os bons indicadores que mantivemos por 3 meses”, completou o secretário.  

Dos 38.393 casos no Estado, 30.483 estão recuperados, 6.746 em isolamento domiciliar e 507 internados – sendo 6 de outros estados. Das internações, 269 são em leitos clínicos (160 públicos e 109 privados) e 244 em leitos de UTI (164 públicos e 80 privados).

Se considerar a média móvel de casos confirmados, que é a média dos últimos 7 dias para que haja um número mais próximo da realidade, o Estado tem confirmado 833 casos por dia.

Mais da metade são de Campo Grande, que chega a 16.481 casos da doença. A macrorregião da Capital teve uma leve queda na ocupação de leitos, que chegou a 78%, a maioria de pacientes confirmados ou com suspeita da doença.

“No fim de semana muitos dos hospitais estavam com quase 100% de taxa de ocupação. Se tivéssemos mantido o mesmo número de leitos de um mês atrás, nós teríamos chegado a uma taxa de ocupação de 110%. Ou seja, faltariam leitos para o paciente que precisasse de leitos de UTIs”, ressaltou Resende.

Óbitos

De acordo com o boletim epidemiológico desta terça-feira (18), 17 pessoas que perderam vida para a Covid-19. O número total de óbitos chegam a 657 no Estado.  

“Seguramente nós poderemos alcançar quase 500 óbitos se não tivermos medidas efetivas dos administradores de diversos municípios do Estado, mas principalmente aqui da Capital. Medidas que levem ao isolamento social” afirmou o secretário de saúde.  

Das mortes confirmadas hoje, cinco são de Campo Grande, três de Sidrolândia, dois de Corumbá, e dois de Aquidauana. Paranaíba, Sonora, Nova Alvorada do Sul, Chapadão do Sul e Ponta Porã registraram uma morte cada.  

Com idades entre 39 e 91 anos, apenas um não apresentava fatores de risco ou comorbidades.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!