Clique aqui e veja as últimas notícias!

GOLPE

Resende cobra vacina de “funcionário do SUS” e acaba com celular clonado

O secretário afirmou que acabou sendo vítima de uma falsa pesquisa do Ministério da Saúde sobre a imunização da população do Estado
26/02/2021 15:32 - Daiany Albuquerque, Flávio Veras


O secretário de Saúde de Mato Grosso, Geraldo Resende, acabou tendo o celular clonado, após participar de uma pesquisa falsa do Sistema Único de Saúde (SUS), vinculado ao Ministério da Saúde, sobre como está o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Hoje (26) a assessoria do secretário emitiu um alerta sobre o crime e afirmou que o golpista está pedindo dinheiro emprestado em seu nome.  

Últimas notícias 

Ao Correio do Estado, Resende afirmou que o golpista ligou para ele e se apresentou como funcionário do ministério.  

“Ele falou que estava fazendo um levantamento para saber como estava o enfrentamento a pandemia da Covid, bem como a imunização. Eu cheguei até cobrá-lo sobre quando chegarão outros lotes de vacinas, porém ele não me respondeu. No término da ‘entrevista’, ele me mandou um código e pediu que eu digitasse uma senha, foi quando meu aparelho clonado”, informou.          

Em nota, a assessoria do secretário afirmou que o estelionatário está pedindo que façam depósitos supostamente em seu nome.  

Desde a falsa pesquisa, contatos do secretário e amigos passaram a receber mensagens de Whatsapp, solicitando depósitos em dinheiro. Geraldo Resende explica que já está tomando todas as providências jurídicas cabíveis”, encerrou a nota.