Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

Resende pede ajuda de municipais para evitar subnotificação

Mato Grosso do Sul tem quase 2 mil casos ainda sem resolutividade em várias cidades
23/05/2020 11:49 - Daiany Albuquerque


 

O secretário de Estado de Saúde Geraldo Resende solicitou que os secretários municipais de Saúde enviem informações para a pasta sobre os casos em aberto de síndromes gripais. Conforme boletim epidemiológico divulgado neste sábado (23), são 2.241 casos que ainda não tiveram resolutividade. Sem o resultado desses exames, o Estado pode ter subnotificação de casos da Covid-19, o novo coronavírus.

Em todo o país houve um aumento expressivo nos casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) neste ano, em comparação com a média dos últimos dez anos, conforme pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Isso pode indica uma subnotificação dos casos da Covid-19. 

Em Mato Grosso do Sul, grande parte desse número ainda sem resolutividade, 1.966, estão com os municípios e 275 estão para serem processados pelo Laboratório Central (Lacen-MS). Mais da metade desses casos estão em Campo Grande, com 1.064. 

“Eu quero fazer um apelo a todos os secretários municipais de saúde, junto a suas Vigilâncias Sanitárias, que eles nos encaminhem os encerramentos dos casos que estão em abertos. Só no município de Campo Grande nós temos mais de 1 mil casos em abertos em relação as síndromes gripais, se deu positivo ou negativo, encaminhar. Em Dourados nós temos quase 400 casos em aberto. É preciso que encaminhe todos esses dados a nossa equipe para que consolide e encaminhe ao Ministério da Saúde, já que adoraram normativas diferentes nos últimos tempos para que sejam acrescidos e essa tarefa é para todos os municípios para que sejam acrescidos esses números a nível de Estado”, pediu o secretário.

Com a queda na temperatura, Resende lembrou que isso pode trazer ainda mais casos para o Estado. “Está chegando o frio no Estado de Mato Grosso do Sul e é importante que saibamos que junto com o frio vem também as chamadas síndromes gripais e lógico que a nossa preocupação com os meses de maio, junho e julho é que nós teremos um acréscimo, e já estamos experimentando, exponencial de números de Covid-19 positivo”.

BOLETIM

Nas últimas 24 horas, Mato Grosso do Sul teve um acréscimo de 53 novos casos da doença. A maior parte foi em Guia Lopes da Laguna – a 232 quilômetros de Campo Grande – com 23 casos confirmados de sexta-feira para este sábado. Com esses novos episódios o município já contabiliza 144 infectados.

Outros 13 casos foram confirmados em Bonito, cidade da mesma região de Guia Lopes. A principal cidade turística do Estado já tem 30 casos confirmados, até a manhã deste sábado.

 

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...