Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

IMPORTAÇÃO

Respirador é vendido por 32 mil dólares e Prefeitura desiste de compra

Valor mais barato equivaleria a R$ 180 mil para cada equipamento, que antes custava R$ 50 mil
27/04/2020 11:01 - Daiany Albuquerque


 

Parceira entre a Prefeitura e a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) que tinha como finalidade encontrar respiradores à venda pelo mundo identificou que os equipamentos mais baratos estão custando US$ 32 mil, ou seja, cerca de R$ 180 mil reais de acordo com o valor da moeda na manhã desta segunda-feira (27). A equipe também encontrou equipamentos valendo US$ 40 mil.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, José Mauro de Castro Filho, como o valor do equipamento está muito acima do normal, já que em outras oportunidades ele chegou a ser adquirido por R$ 50 mil, a administração desistiu de fazer a compra neste momento.

“Esse valor é inviável para comprar agora, quando ainda não estamos com uma grande ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Vamos tentar outras estratégias neste momento”, afirmou o titular da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

 
 

A parceria foi fechada entre os órgãos no início deste mês, quando a ACICG ofereceu à Prefeitura de Campo Grande para trabalhar com seu setor de comércio externo na ajuda para encontrar fornecedores durante a pandemia do novo coronavírus. Isso porque a administração municipal vem encontrando dificuldade em aquirir equipamentos que são essenciais durante o tratamento dos infectados, como os respiradores.

A Sesau já havia tentado a compra no mês passado de 150 respiradores, mas a tratativa não conseguiu ser efetivada. Como o valor dessa nova tentativa foi maior que o esperado, a Prefeitura decidiu retirar a proposta feita.

Em Campo Grande há, pelo menos, 402 respiradores, tanto em leitos particulares quanto públicos, sendo 382 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e outros 20 nas unidades de saúde 24 horas da Capital. Do total em UTI, são 269 no Sistema Único de Saúde (SUS) e outros 113 em leitos particulares.

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...