Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PARTICULAR

Reunião na próxima semana decidirá se aulas retornam em julho

Dia 1º de julho é data referência para reabertura de escolas particulares, mas prefeito diz que "nada está decidido ainda"
18/06/2020 18:29 - Glaucea Vaccari


 

Mesmo com a data referência de 1º de julho para retorno das aulas presenciais na escolas particulares de Campo Grande, nova reunião será realizada na próxima semana para debater a questão e, segundo o prefeito Marcos Trad (PSD), “nada está decidido ainda”.

“No dia 24 vai ter reunião com o Ministério Público. Data 1º de julho foi fixada pelo Ministério Público diante do planejamento escolar das escolas que pediram uma da possível de reabertura, mas nada decidido ainda”, disse o prefeito, nesta quinta-feira (18).

A data escolhida é apenas para retorno da Educação Infantil, mas o efetivo retorno dependerá do avanço do coronavírus.  

No início deste mês, Trad já havia antecipado que nova reunião seria realizada no fim de junho para nova avaliação.  

Conforme disse o prefeito anteriormente, para retorno das aulas presenciais, suspensas desde março, é necessário que não haja aumento de internações nos leitos de UTI por pacientes com Covid-19; que a curva de novos casos fique baixa; vistoria completa nos planos de biossegurança de casa escola; vistoria completa do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), prefeitura e Câmara Municipal de  todos os equipamentos de proteção das redes particulares e retorno gradual.

Plano é que voltem para as escolas, inicialmente, alunos da chamada educação infantil, dos 6 meses até 7 anos. Os demais permanecem no ensino remoto.

Reunião a ser realizada na próxima quarta-feira deve dar uma certeza para os proprietários de escolas da rede particular, sobre se a reabertura será autorizada ou não.  

As escolas particulares de Campo Grande estão fechadas desde o dia 24 de março, data estabelecida pelo Governo do Estado em decreto que determinou a paralisação das aulas presenciais em toda a Rede Estadual de Ensino (REE) e também nas particulares de Mato Grosso do Sul.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!