Clique aqui e veja as últimas notícias!

OBRAS

Reviva, Rui Barbosa e reforma da rodoviária ficam para o ano que vem

Previsão era de que as licitações fossem publicadas neste mês, mas empresas atrasaram o cronograma
29/10/2020 09:30 - Daiany Albuquerque


As empresas responsáveis pelos projetos de continuação do Reviva Centro, de implantação do corredor de ônibus da Rui Barbosa e da reforma da antiga rodoviária extrapolaram o prazo para conclusão dos trabalhos e isso atrasará o início das obras.

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Rudi Fiorese, a previsão era de que até este mês as licitações para execução dos projetos destas grandes obras fossem publicadas, mas imprevistos e a pandemia colaboraram para o atraso no cronograma.

“Atrasou a entrega por parte da empresa e agora estamos finalizando o orçamento para entregar o projeto para ser licitado. Temos uma burocracia depois que essas empresas entregam os projetos, temos uma etapa dentro da secretaria que é a revisão dos preços, dos orçamentos, para ver se está tudo certo antes de ir para disputa. E com servidores ainda em home office, por causa da pandemia, também demoramos um pouco mais também”, disse Fiorese, referindo-se ao projeto do Reviva Centro.

O projeto de revitalização das vias localizadas no quadrilátero compreendido entre as avenidas Mato Grosso, Calógeras e Fernando Corrêa da Costa e a Rua Padre João Crippa ficou a cargo do consórcio Campo Grande, formado pelas empresas Coba S.A., de Portugal, Coba Ltda., do Brasil e Nova Engevix, também brasileira. 

Pelos projetos executivos de infraestrutura, arquitetura, urbanismo e paisagismo, o consórcio receberá R$ 666 mil.