Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TROCA DE PASTA

Com saída de Hashioka, Édio Viegas vai comandar secretaria de Administração

Roberto Hashioka deixa a pasta para seguir carreira política pelo PSDB
28/04/2020 11:26 - Bruna Aquino


A Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização está em troca de comando e quem vai assumir o cargo de secretário da pasta é o atual adjunto Edio Viegas. O secretário vai substituir Roberto Hashioka, que saí do cargo para seguir carreira na política pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). A troca no primeiro escalão vai ser oficializada nos próximos dias, segundo informou o Governo do Estado. 

Formado em Direito e com especialização em Gestão Pública e Administração de Cidades, Viegas já foi presidente da Escola de Governo, diretor-presidente da Agrosul, assessor parlamentar e consultor na área de planejamento. Ele está no Governo Reinaldo Azambuja desde 2015, quando assumiu o cargo de secretário-adjunto.

 
 

Sobre o retorno a pasta, Viégas afirma que vai dar continuidade às ações já implementadas por Hashioka, mas pretende tomar algumas medidas para implementar a modernização da pasta. “O governador pediu para manter o diálogo com os servidores, acompanhar e aprimorar cada vez mais o relacionamento, cuidar do patrimônio público, agilizar e melhorar o sistema de compras, principalmente para o setor de saúde durante a pandemia de coronavírus”, disse. 

O governador Reinaldo Azambuja disse que priorizou uma escolha técnica. “É uma pessoa capacitada e alinhada às diretrizes do nosso governo, que conhece bem a área e tem uma relação institucional com as diversas categorias de funcionalismo”, afirmou Azambuja.

Já Roberto Hashioka destacou o conhecimento adquirido para o crescimento profissional. “Tenho muito que agradecer a confiança do governador, a satisfação de conviver com os colegas secretários e o trabalho dos servidores, primeiramente no Detran, e depois na Secretaria de Administração. Ganhei mais experiência e conheci o funcionamento do governo”, finaliza.

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...