Clique aqui e veja as últimas notícias!

OCUPAÇÃO HOSPITAIS

Santa Casa vai transferir pacientes de Covid-19 para outros hospitais da Capital

Com deslocamento, o hospital reabrirá CTI com 10 leitos para pacientes não-covid nas próximas 24 horas
06/01/2021 19:00 - Ana Karla Flores


Pacientes que ocupam leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com tratamento exclusivo para Covid-19, serão transferidos da Unidade de Trauma da Santa Casa para outros hospitais da Capital. Com a mudança, o Centro de Terapia Intensiva (CTI) com 10 vagas, será novamente disponibilizado para o tratamento de pacientes não-covid.  

A decisão foi tomada em reunião entre Secretarias estadual e municipal de Saúde, e Núcleo Interno de Regulação da Santa Casa (NIIR), para tentar normalizar a lotação do pronto-atendimento do hospital. A medida foi discutida hoje (6) e valerá nas próximas 24 horas.

Últimas notícias

“Isso vai desafogar o atendimento aos pacientes críticos que hoje aguardam por um leito de terapia intensiva em UTIs adaptadas no Centro Cirúrgico ou no PS”, explica o hospital em nota.

A partir de hoje, equipes da Secretaria de Estado de Saúde (SES), da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) e do Núcleo Interno de Regulação, com mediação do Conselho Regional de Medicina, pretendem definir novos critérios para o encaminhamento de pacientes clínicos ao hospital.

O foco principal é para a vaga zero, que só deve ocorrer em casos de risco iminente de morte e não podem ser recusadas. No entanto, a Santa Casa recebeu do dia 30 ao dia 5, 192 solicitações de transferência de pacientes, que equivalem 49% das solicitações totais.  

O Hospital recebe em média 103 pacientes diariamente. Além das transferências e dos pacientes com regulação, são enviados pacientes levados pelo Samu, Corpo de Bombeiros e por demanda espontânea.  

Lotação

A Santa Casa de Campo Grande anunciou nesta terça-feira (5) que iria atender apenas pacientes regulados e com referência exclusiva para o hospital por 24 horas, após atingir 130% de ocupação de leitos.  

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 92%, segundo dados do sistema Mais Saúde, do Governo do Estado. Ontem, a taxa chegou a 130% e seis salas cirúrgicas estavam interditadas para abrigar os pacientes que compõem os 30% excedentes das vagas.

De acordo com dados do Hospital, das 16 salas cirúrgicas, três ainda estão interditadas com pacientes que aguardam disponibilidade de leitos na UTI. Os pacientes estão em estado grave, intubados e sedados. Essa ocupação influencia diretamente no fluxo normal de procedimento cirúrgico no setor.

Dos 30 leitos de UTI destinados ao tratamento exclusivo da Covid-19 no hospital, 25 estão ocupados nesta tarde.

No pronto-socorro da Santa Casa, oito pacientes estão em respiração espontânea, seis em ventilação mecânica e um paciente em ventilação manual (ambú).

No centro obstétrico, uma das três salas cirúrgicas está ocupada com pacientes recém-nascidos, que aguardam leitos de UTI Neonatal. Um dos pacientes está em espera há uma semana.