Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Saúde atualiza boletim e Brasil tem 2.347 mortes por Covid-19

Ministério atualizou os números e reduziu a quantidade de mortes que havia divulgado mais cedo
18/04/2020 16:55 - Estadão Conteúdo


 

O Ministério da Saúde atualizou novamente os números sobre os casos de Covid-19 no Brasil e reduziu o número de mortes que havia divulgado mais cedo neste sábado. Não foi divulgada uma explicação para a mudança da informação.

De acordo com o site do governo, agora, o Brasil registrou 206 mortes decorrentes do novo coronavírus nas últimas 24 horas. Com isso, o número de óbitos por Covid-19 passou para 2.347 neste sábado, 18, de acordo com os novos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

O número de pessoas contaminadas não foi alterado em relação ao divulgado mais cedo. Em um único dia foram 2.917 novos registros de pessoas contaminadas de ontem para hoje com a doença. No total, o Ministério da Saúde tem a informação de que 36.599 testaram positivo para o novo coronavírus até o momento. A taxa de letalidade está em 6,4%, a mesma registrada ontem.

A região mais afetada pelo novo coronavírus é o Sudeste, com 55,9% dos casos, seguida pelo Nordeste (23,2%), Norte (9,3%), Sul (7,5%) e Centro-Oeste (4,0%).

Em São Paulo, Estado com maior número de casos e de mortes decorrentes da doença no País, há registro de 13.894 pessoas infectadas e 991 óbitos.

O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 4.543 casos confirmados e 387 mortes, seguido pelo Ceará (3.034 casos confirmados de Covid-19 e 176 mortes), Pernambuco (2.193 casos e 205 mortes registradas), e Amazonas (1.897 casos registrados e 161 mortes).

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.