Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

APROVADOS EM CONCURSO

Saúde de Campo Grande terá reforço de mais 145 profissionais

Médicos e enfermeiros aprovados em concurso foram chamados para atender na Rede Pública
27/03/2020 14:32 - Izabela Jornada


Saúde de Campo Grande terá reforço de mais 145 profissionais que foram nomeados nesta sexta-feira (27). A publicação pode ser conferida na edição de hoje do Diário Oficial (Diogrande). Fisioterapeutas, enfermeiros, médicos, dentistas, assistente de serviço de saúde farão parte do atendimento na Rede Pública Municipal de Saúde.

Os nomeados são os aprovados em concurso que foram realizados em 2016 e do último certame ocorrido no ano passado para diversas funções na área da saúde.

Conforme o Decreto n. 764/2020, estão sendo nomeados cinco candidatos aprovados no concurso de 2016, para ocuparem o cargo de odontólogo e dois fisioterapeutas.

Os demais convocados fazem parte do último concurso realizado em 2019, considerado o maior da história, tendo mais de 17 mil inscritos concorrendo a 633 vagas para cargos de nível superior, médio, médio técnico e fundamental.

O Decreto n. 764/2020 traz a nomeação de 19 assistentes de serviços de saúde, sendo dois PcDs e 1 negro;  36 enfermeiros, sendo 2 PcDs e 3 negros; cinco farmacêuticos, três  fonoaudiólogos, 27 médicos clínicos, 1 endocrinologista adulto, 1 pediátrico, 1 infectologista, 15 médicos PSF, 20 técnicos de enfermagem, sendo 1 PcD e dois negros e três técnicos de imobilização ortopédica.

O secretário municipal de Saúde José Mauro Filho destaca que o reforço destes profissionais será extremamente importante para manter a qualidade da assistência prestada à população.

“Hoje estamos enfrentando um problema global e que afeta diretamente os serviços de saúde do nosso município, assim como de todo o país. Precisamos mais do que nunca que nossa assistência esteja bem estruturada para conseguirmos prestar o atendimento para a população”, completou.

A lista dos nomeados pode ser conferida na edição extra nº 5.878, a partir da página 6, que pode ser acessada no link http://portal.capital.ms.gov.br/diogrande

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!