Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Saúde determina que laboratórios e farmácias notifiquem casos de Covid-19 imediatamente

Dois laboratórios foram interditados após exames apresentarem falsos positivos
05/05/2020 12:54 - Adriel Mattos, Ricardo Campos Jr


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul determinou que laboratórios privados e farmácias estão obrigados a informar compulsoriamente exames positivos para a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A resolução foi publicada na edição desta terça-feira (5) do Diário Oficial Eletrônico (DOE).

Exames do tipos teste rápido (imunocromatografia), teste sorológico (enzimaimunoesaio, eletroquimioluminescência, quimioluminescência) e/ou biologia molecular devem ter cópias encaminhadas via e-mail para o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS). No casos dos testes de biologia molecular, uma amostra deve ser enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/MS). O descumprimento será punido com base no Código Sanitário Estadual.

Durante transmissão ao vivo do Governo do Estado, o secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende destacou a importância de se adquirir exames certificados. “Procurem saber a origem dos testes, se são aprovadas pela Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] e se passaram pelo crivo do INCQS [Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde], porque só assim você fará um teste de qualidade e que pode lhe dar segurança se tem ou não Covid-19”, alertou.

Resende lembrou a interdição de laboratórios em Campo Grande por oferecerem exames que apresentaram resultado falso positivo, ou seja, mostrou que o paciente tinha contraído o novo coronavírus sem confirmar a presença do vírus no organismo.

“Temos oferta de testes de qualidade duvidosa. 30% desses testes dão falsos negativos. Aqui, determinado laboratório fez testes em que a grande maioria deu falso positivo. Trouxe pavor a essas pessoas. Algumas pagaram 1,5 mil reais para o teste”, finalizou.

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!