Clique aqui e veja as últimas notícias!

TRANSPORTE

Secretaria de Infraestrutura de Campo Grande pede licença para implantar Porto Seco

Obra de terminal teve início em 2008, e permaneceu mais de uma década paralisada
02/10/2020 18:32 - Thais Libni


A Secretária Municipal de Insfraestrutura e Serviços Públicos (SISEP) de Campo Grande, solicitou a licença ambiental e a licença de implantação do Terminal Intermodal de Cargas. A obra ficou paralisada por mais de uma década.

O teminal intermodal, também chapado de "porto seco", foi planejado na década de 2000, com o objetivo de integrar os modais ferroviário e rodoviário do Estado. A desativação da Malha Oeste, porém, tornou o projeto menos atrativo. 

O porto seco está no Anel Rodoviário, entre a BR 060 e a BR 163, kM 349 + 160m.

A obra que teve seu início de construção em 2008, conta com um investimento de R$ 23,2 milhões, recursos adquiridos em convênio com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e contrapartida com o município.

Planejado para ocupar 65 hectares as margens do anel rodoviário, o Porto Seco, tem a concessão de administração regida pelo grupo ParkX, que venceu o processo de licitação em 2012, garantindo 30 anos de direção do terminal. 

O consórcio pagará à prefeitura o valor de R$ 80 mil, a partir do terceiro ano de funcionamento, com correção anual.

Estudo desenvolvido pelo grupo prevê movimentação de 2.200 milhões de toneladas, quando o porto estiver em pleno funcionamento.