Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS

Secretário quer vacinar pessoas com mais de 60 anos com mobilidade reduzida

Segundo SES, se as doses que chegarem na sexta forem suficientes para a imunização dos idosos com mais de 80, destino das aplicações será decido em reunião
03/02/2021 14:02 - Gabrielle Tavares


Com novas doses da Coronavac chegando na sexta-feira (5) em Mato Grosso do Sul, pessoas com mais de 80 anos podem terminar de serem imunizados em Mato Grosso do Sul. O próximo grupo prioritário dentro da primeira fase da campanha já é alvo de discussão. Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende quem deve receber os imunizantes são idosos com mais de 60 anos que possuem mobilidade reduzida.

O Ministério da Saúde deve disponibilizar aos Estados 3,2 milhões de doses até o fim da semana, mas a SES ainda não sabe quantas doses serão enviadas para Mato Grosso do Sul. Resende alegou que montante deve ser anunciado na quinta-feira (4).

"Se der para ampliar vamos discutir com a equipe técnica a qual grupo nós vamos direcionar. Pessoalmente tenho a posição de começar a vacinar idosos acima de 60 anos acamados, ou seja, aqueles que tenham mobilidade reduzida e que tenha cuidadores".

Como esses idosos têm contato com cuidadores e equipes de saúde, eles ficam mais suscetíveis ao contato com o coronavírus. Além dos idosos, profissionais da saúde também continuarão sendo vacinados.

Últimas notícias

Dos grupos que estão na fila para a imunização da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, ainda faltam 107.635 pessoas para serem vacinadas no primeiro grupo prioritário. Nesta primeira fase, estão previstas a imunização de pessoas acima de 75 anos, população indígena em aldeias, profissionais de saúde e idosos institucionalizados.

De acordo com o Vacinômetro da Covid-19, a população estimada a ser imunizada nessa primeira fase é de 125.720 pessoas. A meta é vacinar 90% do grupo e o porcentual de vacinados aponta que 40,79% já foram imunizados.

Em relação à população geral de Mato Grosso do Sul, o porcentual é de 1,64%.

Entretanto, dados apresentados pelo governo do Estado no início da vacinação dão conta de que o primeiro grupo prioritário era formado por 219.215 pessoas.

Mas, como a quantidade de imunizantes que chegaram até agora, foi aberta vacinação apenas para idosos acima de 80 anos, o que corresponde a 175.511 pessoas.

Dos lotes que já chegaram, porém, só há vacina suficiente para imunizar 111.580 pessoas (isso porque no primeiro lote, em que foram encaminhados 158 mil doses, metade foi reservado para a segunda aplicação).

Doses

No dia 18 de janeiro, 158.760 doses da vacina Coronavac desembarcaram na Base Aérea de Campo Grande.

Em 22 de janeiro, 2 milhões de doses da vacina de Oxford chegaram no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Depois, seguiram para o Rio de Janeiro. Desse número, 22 mil chegaram no Estado no dia 24 de janeiro.

No dia 25 de janeiro, 10.200 doses da vacina Coronavac desembarcaram no Aeroporto Internacional de Campo Grande em um voo da Latam.

Assine o Correio do Estado