Clique aqui e veja as últimas notícias!

VACINAÇÃO

Secretário de Saúde cobra municípios,"Vacinas tem que estar no braço, não na geladeira"

Além de cobrar empenho de prefeitos, secretário pede por medidas mais restritivas para conter casos
04/03/2021 19:00 - Thais Libni


No atual momento o Mato Grosso do Sul registra o recebimento de 286.320 doses de vacinas contra Covid-19 de acordo com o Vacinômetro atualizado desta semana.  

Deste montante o estado aplicou 177.389 doses das vacinas, registrando dessa forma um percentual de 2% da população total do MS imunizada, isto é, que recebeu as duas doses do imunizante.  

Últimas Notícias 

A atualização da ferramenta aponta o andamento das fases de vacinação de cada município, e conforme o dispositivo aponta, cinco cidades estão abaixo de 50% da imunização de imunização da primeira dose dos grupos prioritários, assim como da segunda dose, são eles; Terenos com 40,69%, Coronel Sapucaia 48,76%, Dourados 49,00%, Guia Lopes da Laguna 49,17 e Corguinho com 49,48%.  

O secretário de Saúde de Estado, Geraldo Resende, ressaltou que os governantes de cada município devem se empenhar para vacinar sua população, com responsabilidade e rapidez, conforme estes recebem as doses enviadas pelo Governo Federal.  

"Nós temos focar nas remessas recebidas e fazer a vacina em toda a população o mais rápido possível até acabar. Vacina tem que estar no braço de cada cidadão do grupo de risco, não na geladeira", pontuou o secretário do estado.  

Quando questionado sobre o número no aumento de casos no Estado, Resende reforçou que os casos vão continuar aumentando se a população não colaborar, e os secretários não adotarem ao programa Prosseguir.

"Nós temos uma das maiores taxas de óbito do país. Por que a população não tem seguido as medidas de biossegurança, os gestores seguem as pressões da população, dos municípios, e as regras que deveriam ser adotadas não são adotadas e o resultado é isso. Um número muito grande de novos caos e a falta de leitos que já existem em alguns municípios, estou orientando os secretários a adotarem as medidas do Prosseguir". finalizou o secretário.

Assine o Correio do Estado