Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRÂNSITO

Seis empresas aderem ao ensino remoto de condutores

Empresas especializadas em aulas remotas devem começar a atuar nas próximas semanas devido a pandemia de Covid-19
19/07/2020 08:20 - Naiane Mesquita


O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) credenciou seis empresas especializadas em aulas remotas para a formação de novos condutores. Conforme publicação feita no Diário Oficial do Estado de 30 de junho deste ano, as empresas credenciadas foram a ICE, Infosae, CFC System, Procondutor, Criar e Drivin, que devem começar a atuar nas próximas semanas, enquanto durar a emergência de saúde pública decorrente a pandemia da Covid-19. 

Em maio deste ano, o órgão saiu na frente e publicou Portaria que regulamenta esses credenciamentos, após deliberação 189/20 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

De acordo com a assessoria de imprensa do Detran, até o momento, cerca de dezesseis CFC’s (Centro de Formação de Condutores) informaram ao órgão que irão aderir a nova modalidade de ensino. Não é obrigatório a empresa oferecer o ensino remoto, nem o aluno optar pela modalidade, no entanto, é necessário informar ao órgão o interesse e a empresa contratada para efetuar a integração dos sistemas. 

O ensino à distância só foi possível devido à Portaria que regulamenta esses credenciamentos, após deliberação 189/20 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

As credenciais para fornecer as plataformas estão em fase final de integração dos seus sistemas com os do Detran-MS para validação das aulas através de verificação biométrica facial. Os CFC’s que irão aderir ao sistema de aulas remotas, devem enviar o nome da empresa contratada através do e-mail disup@detran.ms.gov.br.

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.