Clique aqui e veja as últimas notícias!

PANDEMIA

Sem leitos, prefeito de Dourados faz apelo a população para que fiquem em casa

Com 100% dos leitos UTI´s Covid ocupados, 46 pessoas aguardam uma vaga
23/05/2021 14:45 - Thais Libni


Neste domingo, o prefeito de Dourados, Alan Guedes (PP), fez um apelo a população do município e da macrorregião pedindo para que as pessoas fiquem em casa. 

Segundo o comunicado do governante, o município está com todos os seus leitos da Unidade de Tratamento Intensiva Covid (UTI) ocupados e com uma fila de 46 pessoas aguardando um leito. 

Últimas Notícias

"Todas as nossas unidades hospitalares da cidade, tanto as privadas quantos as públicas estão no limite da capacidade, então eu faço um apelo a você, neste domingo, fique em casa, cuide dos seus, só sai se for estritamente necessário", aconselhou.

O último Boletim de monitoramento da taxa de lotação de leitos UTI de Dourados está com ocupação de 100% dos leitos Covid e 82% dos leitos UTI Geral, tendo assim uma taxa de ocupação global de 92%. 

Ao todo 46 pessoas estão aguardando uma vaga UTI, sendo 25 pessoas de Dourados e 21 da macrorregião. 

Alan Guedes explica que novos equipamentos foram liberados para o município. "Ainda ontem no sábado (22), eu estive na Secretaria de Estado de Saúde (SES) com o secretário Geraldo Resende e sua equipe técnica, e conseguimos a liberação de equipamentos que vão ajudar na assistência na Unidade de Pronto Atendimento (UPA)".

Foram entregues ao município, cinco respiradores e cinco aspiradores. Além de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) sendo oito mil máscaras N95 e quatro mil máscaras cirúrgicas.

Os novos aparelhos vão substituir os antigos, possibilitando a internação de pacientes de Covid-19 que necessitem de estabilização, aguardando o surgimento de uma vaga hospitalar em leitos de UTI-Covid.

“Essa ação se soma a outras que fizemos recentemente, como a entrega, na segunda-feira passada, dia 17, de equipamentos para a instalação de 10 novos leitos de UTI e 20 leitos clínicos no futuro Hospital da Mulher e da Criança, anexo ao Hospital Universitário de Dourados, inclusive garantindo o custeio desses leitos até que sejam habilitados pelo Ministério da Saúde”, explica o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende.

Assine o Correio do Estado