Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE

Sem médicos nos plantões, MPE quer que prefeitura acabe com “sobreaviso”

Recomendação foi feita depois de inquérito apurar ausência de médicos nos plantões
27/08/2015 08:00 - ALINY MARY DIAS


 

Depois de uma série de investigações que iniciaram no ano passado, o Ministério Público Estadual (MPE) recomendou que prefeitura acabe com plantões de “sobreaviso” e coloquem médicos presenciais nos atendimentos de urgência e emergência.

A recomendação foi publicada na edição desta quinta-feira (27) do Diário Oficial do órgão e foi formulada pela promotora Andréa de Souza Resende destinada ao prefeito de Inocência, cidade distante 321 quilômetros da Capital, ao secretário de saúde do município e ao diretor do Hospital Municipal da cidade.

Conforme o documento, inquérito foi instaurado no ano passado para apurar as denúncias de que médicos não permaneciam presencialmente nos plantões. Os plantões no hospital eram realizados no modelo de “sobreaviso”, ou seja, os médicos eram chamados a unidade se alguém paciente precisasse.

Na recomendação, a promotora recomenda que a prefeitura regularize os plantões em 30 dias e sigam o que preconiza resolução do Conselho Federal de Medicina, que exige os médicos presencialmente em plantões de urgência e emergência.

Além do prazo de 30 dias, o prefeito e os responsáveis pela saúde do município terão 15 dias para responder ao MPE se acatarão a recomendação.

O prefeito Antonio Ângelo dos Santos (DEM) deve ser notificado da recomendação nos próximo dias.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!