Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Servidor do Detran de Mato Grosso do Sul morre vítima da Covid-19

Funcionário estava há cinco dias internado no hospital Regional de Aquidauana
14/08/2020 10:28 - Da Redação


O servidor do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS) Geraldo Alves Vória, 64 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (14)vítima da Covid-19.  

Funcionário desde 2006 do Detran, Vória como era conhecido, é a 26ª vítima da doença no município de Aquidauana que até ontem (13) soma 880 casos confirmados do novo coronavírus.  

Geraldo Vória era considerado um dos melhores servidores da agência, mas pela idade tinha planos para se aposentar no fim do ano. 

Porém, na semana passada apresentou sintomas, precisou ficar internado no Hospital Regional de Aquidauana por cinco dias e não resistiu.  

Devido às normas de biossegurança apresentadas pelas autoridades de saúde, o servidor será sepultado sem funeral no Cemitério Municipal da cidade.

 
 

A agência do Detran de Aquidauana está com atendimento suspenso e os clientes estão sendo orientados a procurar a unidade de Anastácio, com distância de cinco quilômetros.

Enquanto isso, os demais servidores da agência aguardam resultado dos testes de Covid-19.

Nota Detran

O diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, lamentou a perda do servidor com tantos anos de carreira. “Todos nós estamos entristecidos, enlutados, mas com o dever de honrar o compromisso de dedicação do nosso amigo Vória”, afirmou com pesar.  

Em nota de pesar, o departamento destaca o servidor como experiente, marcado por uma trajetória bastante competente.  

“A presidência do Detran-MS apresenta suas condolências e, neste momento, nos unimos em oração à sua família e amigos para que essa perda possa ser compreendida com a esperança do conforto em Deus”, diz a nota.  

 

*Com informações do Detran/MS

 

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...