Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TESTAGENS NOS PRESÍDIOS DO MS

SES disponibiliza 4 mil testes rápidos da covid-19 para unidades prisionais do Estado

Primeiro lote já foi enviado para unidade de Corumbá; Prefeitura local deve ajudar em mutirão de testes
01/09/2020 13:33 - Da Redação


Secretaria de Estado de Saúde (SES) destina 4 mil testes rápidos para detecção da Covid-19 à Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), para atender às demandas das unidades prisionais de Mato Grosso do Sul. 

A doação foi feita após uma solicitação da Agepen, com o objetivo de reforçar os trabalhos de contenção e prevenção ao alastramento da doença no ambiente carcerário.

O primeiro lote com mil unidades já foi enviado para os presídios feminino e masculino de Corumbá, para atender demanda de testagem em internos e servidores. 

A chefe da Divisão de Saúde da Agepen, Maria de Lourdes Delgado Alves, explica que os demais testes serão distribuídos conforme a necessidade de cada estabelecimento prisional. 

Em Corumbá, será realizado um mutirão em parceria com a Secretaria de Saúde do Município deve iniciar ainda esta semana. 

Até o momento, 17 casos foram constatados na unidade masculina e ainda nenhum foi identificado na feminina entre as detentas, conforme relatório diário das unidades prisionais.

Segundo ela, em algumas unidades já foram testados boa parte de internos e servidores, ou até mesmo a totalidade deles. 

De acordo com o secretário, Geraldo Resende, a ampliação das testagens tem sido uma estratégia importante para conter o avanço da doença no Estado, principalmente quando se trata dos cidadãos em situação mais vulnerável.

Para o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, o diagnóstico adequado, além de possibilitar melhor estratégia de isolamento, tem sido fundamental para minimizar a possibilidade de agravamento da doença. 

O dirigente aponta o apoio recebido de instituições como essencial para o enfrentamento da pandemia no sistema prisional, somado às medidas e esforços adotados desde o início.

Dados do Comitê da Agepen de Enfrentamento à Covid-19, apontam que até o dia 31 de agosto 868 casos positivos da doença foram contatados entre os custodiados de todo Mato Grosso do Sul, dos quais cerca de 71% já estão recuperados; entre os servidores foram 146 positivados, destes apenas 18,5% ainda estão em tratamento. 

Um detento chegou a ser encaminhado para internação na rede hospitalar, mas já teve alta e está recebendo os devidos cuidados na unidade prisional. Nenhuma pessoa infectada em presídios do Estado morreu até agora. 

 
 

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!