Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Shoppings e academias poderão reabrir após aprovação de plano de contenção

Prefeito disse que não teve escolha a não ser autorizar reabertura gradual do comércio
06/04/2020 17:33 - Adriel Mattos, Glaucea Vaccari


 

O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), disse na tarde desta segunda-feira (6) que academias, shoppings e outros estabelecimentos podem reabrir desde que um plano de contenção da Covid-19 – doença causada pelo novo coronavírus – seja apresentado. A declaração foi feita durante transmissão ao vivo na rede social Facebook.

“O plano de contenção será analisado rapidamente. Em menos de 24 horas, você pode reabrir com segurança. Estão nesses casos shoppings, feiras livres, salões de beleza, cabeleireiros e academias de ginástica”, afirmou.

Hoje, parte do comércio, como lojas de vestuário e calçados, reabriu com uma série de restrições. Mais cedo, em entrevista à TV Morena, Trad disse que não teve “alternativa” se não autorizar a reabertura porque as pessoas já não estavam mais respeitando o isolamento social. “Não tivemos outra alternativa, pesquisa que fizemos mostrou que 40% só das pessoas estavam em casa, antes eram 80%. Então resolvemos dividir a responsabilidade da nossa cidade com essas pessoas. Mas não adianta ter economia se não tiver vidas”, declarou.

Ainda durante a transmissão ao vivo, o prefeito destacou que escolas, salões de festa, boates e clubes seguem fechados até 6 de maio. O passe livre para estudantes e idosos também continuará suspenso. Funcionários públicos e da iniciativa privada com mais de 60 anos devem ser afastados, e Trad apontou que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) vai fiscalizar o cumprimento das normas.

“Mais de 450 fiscais para que possamos dar a vocês a segurança necessária para esses dias tão difíceis”, finalizou.

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.