Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PNAD COVID

Segundo Pnad Covid, menos da metade dos sintomáticos gripais, de setembro, buscaram algum atendimento médico

Quanto menor o nível de escolaridade, menor o número de pessoas submetidas a testes
23/10/2020 18:57 - Brenda Machado


Em Mato Grosso do Sul, das 105 mil pessoas que apresentaram algum sintoma gripal, só 35 mil procuraram algum tipo de atendimento médico.

Os dados correspondem ao mês de setembro, e foram divulgados pela Pnad Covid, nesta sexta-feira (23).

Segundo o levantamento, num comparativo com os dois meses anteriores, isso representa uma queda maior de 0,8% no número de sintomáticos.

Ao todo, 266 mil fizeram algum tipo de exame para o diagnóstico da Covid-19, mas só 51 mil das pessoas testaram positivo, ou seja, 19,17%.

O estudo também indicou que o número de testados foi maior entre aqueles com nível de escolaridade mais alto.

Em ordem decrescente, os mais testados foram aqueles com ensino médio completo ao superior incompleto (36,8%), depois vieram os com ensino superior completo ou pós-graduação (30,5%), na sequência, as pessoas sem instrução ou com fundamental incompleto (21%), e, com a menor taxa, aqueles com fundamental completo ou ensino médio incompleto (12%).

ISOLAMENTO

De acordo com os dados, mesmo que em setembro Mato Grosso do Sul tenha ocupado o 14ª lugar no ranking dos estados que seguiram rigorosamente o isolamento social, as mulheres tiveram um desempenho mais significativo.

O índice delas ficou em 61,1%, enquanto os homens só alcançaram 46,5% do rigor.

Ainda conforme a Pnad Covid, no quadro geral, 1,8% das pessoas não fez qualquer medida de restrição; 43,5% reduziram o contato, mas continuaram saindo de casa; 37,7% ficaram em casa e só saíram em caso de necessidades básicas; e 16,4% ficaram rigorosamente isolados.

 

Felpuda


Outrora bons de votos – faziam adversários temerem o confronto nas urnas –, agora, por mais que tentem, alguns políticos não conseguem, nem de longe, alcançar patamar de outros tempos e voltar ao que eram. 

O pior é que, a cada disputa, a preferência popular só vem diminuindo. Neste ano, a eleição municipal demonstrou que muitos já estão com prazo de validade vencido e rótulo gasto.

E faz tempo, hein?!