Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Sobe para 44 número de mortos em MS por Covid-19

Boletim da Saúde apresentava 43, mas prefeitura de Itaquiraí confirmou primeira morte
20/06/2020 14:50 - Daiany Albuquerque


 

Um homem morreu em Itaquiraí na noite de sexta-feira (20) vítima de Covid-19, com isso Mato Grosso do Sul já contabiliza 44 mortes pela doença até agora. A vítima, entretanto, ainda não foi contabilizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) porque aconteceu após o fechamento dos dados.

De acordo com o prefeito do município, Ricardo Favaro Neto, o homem fazia hemodiálise em Dourados porque era um paciente renal crônico, além de ter diabetes, hipertensão e ser amputado.

Até a manhã de hoje ainda não havia confirmação do caso, mas o prefeito afirmou que o resultado já chegou e confirmou a doença.

A cidade tem 16 casos confirmados e 13 suspeitos e decretou o uso obrigatório de máscaras sempre que as pessoas saírem de suas residências, “sob pena de aplicação das sanções legais”. 

Outras duas mortes foram registradas ontem no Estado, sendo uma de Itaporã – um homem de 73 anos que tinha hipertensão, diabetes e cardiopatia e que foi confirmando com a doença no dia 16 deste mês – e outra em Dourados – uma mulher de 95 anos, com hipertensão e diabetes e que foi diagnosticada na quarta-feira.

Segundo boletim epidemiológico divulgado neste sábado, o Estado teve 324 casos positivos em 24 horas, chegando as 4.990 confirmações. Desse total, 2.359 estão em isolamento domiciliar, 2.450 estão sem sintomas e já estão recuperados e 159 estão internados, sendo 103 em hospitais públicos e 56 em hospitais privados. Quatro pacientes internados são procedentes de fora do Estado e um paciente internado é de outro país.

 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!