Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FENÔMENO

Superlua Rosa estará mais brilhante entre hoje e quinta

Esta á a última oportunidade de observar o fenômeno neste ano
07/04/2020 15:17 - Glaucea Vaccari


 

A partir desta terça-feira (7) e até quinta (9), a maior superlua do ano poderá ser vista no céu de Mato Grosso do Sul, a partir das 17h50 no horário local. Em Campo Grande, há previsão de pancadas de chuva e céu nublado, que pode impedir a visualização do fenômeno.

De acordo com estudiosos, esta é a última aparição da superlua neste ano. O fenômeno marca a coincidência da Lua Cheia com o instante em que ela está mais próxima da Terra. O satélite estará maior e mais brilhante para quem observar o céu.

A última superlua aconteceu há cerca de um mês, no dia 9 de março. As Superluas podem ser observadas a olho nu, mas, segundo a Nasa, é difícil para os nossos olhos fazer a distinção precisa dessas mudanças de tamanho com o satélite localizado em um lugar tão alto e em um vasto céu à noite.  

As condições ideais para aproveitar a superlua desta terça incluem um céu limpo, sem nuvens. Com o tempo nublado em Campo Grande e parte do Estado, existe o risco de o fenômeno nem dar as cara. Para quem quer muito observá-lo, porém, vale ficar de olho no céu a noite, porque, segundo o astrofísico Roberto Costa, professor do Departamento de Astronomia da Universidade de São Paulo (USP),  pode aparecer uma "janelinha" no céu a qualquer momento.

FENÔMENOS ASTRONÔMICOS

Calendário de fenômenos astronômicos previstos para 2020 prevê eclipses tanto solares quanto lunares, conjunções e oposições planetárias, chuvas de meteoros e a ocultação de Marte, uma espécie de eclipse, na qual a Lua passará na frente do Planeta Vermelho.

O primeiro deles está previsto para 5 de julho, o eclipse lunar penumbral, que poderá ser visto no país. Outro eclipse penumbral está previsto para o dia 30 de novembro.  

Neste ano, teremos dois eclipses relacionados ao Sol. O do dia 21 de junho não será visível no Brasil. No dia 14 de dezembro haverá um eclipse solar total, que ocorre quando a Lua passa pela frente do Sol e obscurece completamente o disco solar. No Brasil, esse eclipse será percebido de forma parcial, com a Lua escondendo apenas um pedaço do Sol.

No dia 9 de agosto, entre as 5h20 e as 6h20 (horário de Brasília), terá a chamada ocultação de Marte.  "A Lua passará na frente do planeta Marte. É quase como se fosse um eclipse". Lua e Marte tambem estarão praticamente coladinhos no dia 6 de setembro, por volta da 0h30.

A madrugada entre 13 e 14 de dezembro terá outro evento astronômico bastante interessante: o ápice da chuva de meteoros chamada de chuva de Gemenídeas.“Será a melhor chuva de meteoros do ano, com uma taxa de 150 meteoros a cada hora”.

* Com informações Estadão Conteúdo.

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.