Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Teich: Cloroquina ainda é incerteza

Estudos que apontaram eficácia, posteriormente também demonstraram o contrário
29/04/2020 22:00 - Estadão Conteúdo


A cloroquina, medicamento defendido pelo presidente Jair Bolsonaro como solução para o novo coronavírus, ainda é uma incerteza, afirmou o ministro da Saúde, Nelson Teich, em audiência pública no Senado.

"A cloroquina ainda é uma incerteza", afirmou Teich, citando estudos que em um determinado momento apontaram para a eficácia do medicamento contra a covid-19 e, mais tarde, outros que mostraram o contrário.

O ministro citou conversa com o presidente de uma fabricante do medicamento na China. "Certamente, o remédio não vai ser um divisor de águas", declarou. O ministério, pontuou, acompanha estudos relacionados a medicamentos que possam ser usados.

Uma vacina contra a covid-19, declarou, vai demorar pelo menos "um ano, um ano e pouco" para ser liberada. "Estamos acompanhando de perto, tentando chegar até antes das publicações saírem, sobre não só esse mas novos tipos de medicamentos que hoje começam a surgir como opções e que podem trazer benefício verdadeiro."

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!