Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVISÃO

Frio começa a ir embora neste domingo e temperatura chega a 34°C

Após semana de temperaturas amenas, calor volta a prevalecer
19/04/2020 07:49 - Súzan Benites


Após uma semana mais fria com mínimas chegando a bater a casa dos 6°C, o calor volta com mais força neste domingo (19) em Mato Grosso do Sul. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) o tempo fica parcialmente nublado a nublado, registrando pancadas de chuva no período da manhã para tarde nas regiões norte e nordeste do Estado. Nas demais áreas o tempo fica claro com períodos de sol e algumas nuvens. 

Os termômetros registram mínima de 13°C, mas no decorrer do dia as temperaturas podem chegar aos 34°C. A umidade relativa do ar pode variar entre 20% e 90%. 

Em Campo Grande o dia será claro com períodos que variam de nublado a encoberto, há previsão de pancadas de chuva isoladas. A máxima prevista para a cidade morena é de 32°C, enquanto a mínima registrada na Capital é de 18°C. A umidade relativa do ar deve ficar entre 55% e 85%.

Na segunda-feira (20) o dia ficará de claro a parcialmente nublado no Estado. Com previsão de chuvas no fim da tarde nas regiões centro-norte, noroeste e norte do Estado; demais áreas ficarão de claro a parcialmente nublado com névoa seca.

A mínima será de 16°C e a máxima chega a 34° na véspera do feriado. A umidade relativa do ar vai de 25% a 90% nesta segunda. 

Na Capital a previsão é de calor nesta segunda-feira, com temperatura mínima de 24° a máxima de 31°C. A umidade relativa do ar fica entre 60% e 85%, indicando possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.