Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

Ampliação da 3ª dose para novos públicos só deve acontecer no ano que vem

Atualmente, apenas pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde e imunossuprimidos recebem a 3º dose
15/10/2021 12:30 - Alex Nantes, Gabrielle Tavares


A aplicação da 3º dose da vacina contra o coronavírus em novos públicos só deve acontecer em 2022 em Mato Grosso do Sul, como afirmou o presidente do comitê operacional do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prossegui), Eduardo Riedel, nesta sexta-feira (15).

"É possível abrir para outros públicos, os técnicos da Saúde discutem para 2022 e o Estado não vai medir esforços para seguir essas orientações. No momento, a prioridade é a 2ª dose e identificar quem não tomou a 1ª dose", apontou.

A aplicação da dose de reforço segue a preconização do Ministério da Saúde, que autoriza o uso em idosos devido o índice ainda elevado de casos positivos e óbitos em decorrência da Covid-19.  

Atualmente, apenas pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde e imunossuprimidos recebem a 3º dose no Estado, desde que tenham tomado no prazo mínimo estipulado pelas secretarias de saúde.

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), cerca de 49% da população acima dos 80 anos já recebeu a terceira dose.

Esse reforço é feito com a vacina da patente Pfizer para aumentar a imunidade das primeiras pessoas que se vacinaram contra o coronavírus, na época, com as primeiras produções da Coronavac.

Em Campo Grande, foi iniciado a aplicação no dia 26 de agosto, uma das primeiras cidades do país a estabelecer a medida.

Últimas notícias