Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ALERTA

Contágio aumenta em Guia Lopes: já são 21 casos de Covid-19; prefeito culpa o tereré

Em três dias, cidade do interior foi de zero a 21 infectados pelo coronavírus
08/05/2020 22:33 - Eduardo Miranda


Resultados de testes para coronavírus com casos suspeitos de Covid-19 em Guia Lopes da Laguna, que foram divulgados na noite desta sexta-feira (8), mostraram que o número de pessoas infectadas pela Covid-19 doença causada pelo novo coronavírus disparou na cidade, localizada a 233 quilômetros da Capital, Campo Grande. Se no boletim da manhã do mesmo dia eram 12 casos confirmados, menos de 12 horas depois do anúncio, o total de pessoas infectadas saltou para 21.  O prefeito da cidade, atribui a uma roda tereré - bebida à base de erva-mate tradicional no Mato Grosso do Sul e na região de fronteira - a disparada dos casos.  

A informação é do prefeito da cidade, Jair Scapini, e foi divulgada no início da noite. Se o primeiro foco de disseminação foi o frigorífico da cidade, Brasil Global, que começou com os seis primeiros casos da cidade há três dias, agora, o vírus se alastrou para outras pessoas.  

Segundo o prefeito, o grande culpado pela disseminação do coronavírus na cidade pode ter sido uma roda de tereré. "Agora não são somente os funcionários do frigorífico, eles tomaram tereré com alguém que estava com o vírus", Ademir Biu.  

O prefeito de Guia Lopes lembrou que os nove casos, são pessoas que tiveram contato com as que já estavam comprovadamente infectados. "Dos nove casos que colhemos, todos deram positivo", informou. "É o tereré que está trazendo a pandemia para nós", complementou.  

QUARENTENA QUASE GERAL

Para conter o avanço do coronavírus na cidade, o prefeito publicou nesta sexta-feira ( 8) um decreto bastante restritivo, similar a um lockdown (quarentena geral).  A medida fecha os acessos à cidade, permitindo somente o trânsito de ambulâncias, viaturas, transporte de profissionais da saúde ou que estejam a serviço das atividades essenciais. Taxi, transporte intermunicipal e mototáxi não podem funcionar. Para tanto, a rodoviária será fechada.

Também foi estabelecido um rodízio na circulação de pessoas. Cidadãos nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril podem comprar mantimentos e remédios às terças e sextas-feiras. Quem faz aniversário em maio, junho, julho e agosto pode sair às quartas-feiras e sábados. Às segundas e quintas-feiras é a vez de quem nasceu em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Estão vedadas quaisquer tipos de aglomerações, especialmente shows, torneios, apresentações artísticas. As obras públicas e privadas serão suspensas, a menos que sejam para construção de hospitais, postos ou unidades de saúde.  

Seguem permitidas a produção e distribuição de alimentos, produtos de limpeza e higiene; serviço de entregas de farmácias e supermercados; serviços relativos ao abastecimento de água e tratamento de esgoto; serviços relativos à rede de energia elétrica, gás e combustíveis; bancos, lotéricas e agências dos Correios; serviços funerários; telecomunicações; fiscalização ambiental; borracharias e oficinas mecânicas; atividades internas das escolas para preparar conteúdos para ensino remoto; entre outras.  

Atividades em escritórios de advocacia e contabilidade estão permitidos, mas desde que sejam realizados com hora marcada.

 
 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.