Clique aqui e veja as últimas notícias!

EVOLUÇÃO

Tereza Cristina participa de Fórum Econômico Mundial e ressalta avanço da Agricultura brasileira

O tema do painel foi “Inovação é imprescindível para adequar a agropecuária à realidade global”
27/01/2021 16:30 - Thais Libni


A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participou do painel virtual Destravando a Inovação para Transformar Sistemas Alimentares, realizado pelo Fórum Econômico Mundial de Davos nesta quarta-feira (27).  

Durante a reunião, Tereza Cristina citou as ações adotadas pelo Brasil nos últimos anos para fortalecer a agricultura e torna-lá mais digital. “Inovação é imprescindível para adequar a agropecuária à realidade global”.

Últimas Notícias

Durante o encontro online a ministra ressaltou que o Ministério da Agricultura executa suas atividades em torno de cinco eixos estratégicos: sustentabilidade, inovação aberta, bioeconomia, agregação de valor e agricultura digital. 

“O Brasil tem hoje um dos ecossistemas de inovação agropecuária mais vibrantes do mundo”. Tereza Cristina ressaltou as pesquisas realizadas no agro e a evolução do país nos últimos tempos.

"Temos institutos de pesquisas, universidades, empresas, investidores privados e congregados em aproximadamente 20HUBs espalhados pelas mais diversas regiões do Brasil, nos últimos anos no país, passando de US$ 4 milhões, em 2013, para US$ 200 milhões, em 2019", pontuou a ministra.  

Ainda de acordo com a ministra, é muito importante essa evolução tecnológica, que permite a inclusão de mais de 4,5 milhões de pequenos produtores a um sistema evoluído e eficaz, além de melhorar a renda de mulheres que vivem do que é produzido no meio rural.

“Dar a elas adequado acesso à tecnologia é essencial para o desenvolvimento da atividade agropecuária nacional, e claro ajudar as mulheres que vivem do campo, nesse contexto eu destaco a 5ª edição da campanha “Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos” no segundo semestre de 2020, com apoio da FAO, para dar maior visibilidade à mulher que trabalha no campo as mulheres indígenas, afrodescendentes e valorizar sua contribuição", finalizou.  

Compondo o painel encontrava-se o administrador do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (UNPD), Achim Steiner; ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural da Índia, Narenda Singh Tomar; e o presidente e CEO da Yara International, Svein Tore Holsether. O debate foi mediado por Tjada McKenna, CEO da Mercy Crops.

Assine o Correio do Estado