Clique aqui e veja as últimas notícias!

CONTRASTE

Terreno vazio está se tornando lixão a céu aberto em frente à shopping de Campo Grande

Problemas com área vai de escorpiões a assaltos na escuridão
31/01/2020 18:01 - FÁBIO ORUÊ


 

Um grande terreno, na esquina da Rua da Abolição com a Avenida Ernesto Geisel, em frente a um Shopping em Campo Grande, está se tornando um lixão a céu aberto e incomodando moradores da região, que relataram à reportagem do Correio do Estado que já viram até um lagarto sair lixo acumulado. 

Moradores da região contam que desde de o ano passado, o terreno, que segundo eles pertence à Prefeitura, não é limpo e que moradores se aproveitam para jogar lixo na área, que também está em frente à emblemática obra de revitalização do Rio Anhanduí - parada por falta de recursos. 

No local há várias garrafas de vidros, potes, pneus jogados, latas, madeiras de móveis, galhos, lixo eletrônico e até uma máquina de lavar. 

“Desapropriaram um monte de gente dessa área há uns anos”, disse um morador, que mora em frente ao terreno. Ele conta que de lá já saíram escorpiões - que nos primeiros 15 dias de janeiro fizeram 19 vítimas na Capital - e até um lagarto, além de servir para criadouro para o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. 

Em Campo Grande já são 943 casos de dengue notificados e um homem de 30 anos morreu. Há relatos de vários vizinhos na vila que tiveram dengue e inclusive casos de internação. 

Outro problema relatado é a falta de luz e o perigo de assaltos. “Sempre a gente corre atrás de bandido porque pegaram a bolsa das meninas”, disse um morador. Em frente ao terreno há um ponto de ônibus que durante a noite fica escuro, aumentando o perigo de assaltos. 

A Prefeitura foi procurada pela reportagem, mas até a publicação da matéria não havia retornado o contato.