Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

TJMS alerta sobre falsos leilões de automóveis apreendidos

Segundo o órgão, golpistas estão se passando por leiloeiros oficiais e podem gerar prejuízos
02/10/2020 19:30 - Thais Libni


A Comissão de Alienação de Bens Apreendidos em Ações Penais do TJMS reforça o alerta de atenção para leilões realizados por golpistas.

Segundo o órgão os farsantes se passam por leiloeiros públicos oficiais, credenciados a diversos órgãos públicos.

As orientações dadas para que os consumidores não caiam no golpe, é para sempre verificarem a veracidade do site, se o endereço está correto, além de não fazer transações em dinheiro ou manter comunicação com os supostos leiloeiros por aplicativos de mensagens. 

A prática de divulgação desses leilões pelo Whatsapp é uma forma de identificar o golpe, tendo em vista que o órgão oficial destes leilões não utiliza o aplicativo.

O site ilegal de leilões que tem aparentemente o mesmo endereço da Receita Federal do Brasil, oferta carros com preços bem abaixo do estipulado na tabela de valores. O site ainda informa ser homologado pelo Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul, fato não verídico.

Qualquer cidadão pode acompanhar o verdadeiro site da receita federal, bem como os relatórios e leilões realizados pelo órgão público, através deste link

Caso haja interesse de ofertar lances, é necessário possuir certificado digital. Para evitar possíveis golpes, a Receita Federal Brasileira – RFB, informa que seu endereço eletrônico termina em “gov.br”.

Você pode encontrar informações sobre o Manual do licitante da Receita Federal

É importante ressaltar que os leilões da Comissão de Alienação de Bens Apreendidos, e diversos outros leilões realizados pelas varas judiciais do Estado, são publicados pelo Diário da Justiça Eletrônica de Mato Grosso do Sul, e a transmissão sempre feita em formato on-line em endereços oficiais de leiloeiros credenciados.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...