Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVENÇÃO

Toque de recolher será prorrogado até 10 de maio

É a segunda vez que a prefeitura estende prazo
16/04/2020 12:52 - Bruna Aquino, Daiany Albuquerque


 

Pela segunda vez a Prefeitura Municipal de Campo Grande prorrogou o toque de recolher das 22h às 5h nas sete regiões da cidade. A medida que será publicada em decreto amanhã (17) foi anunciada pelo prefeito Marcos Trad (PSD) durante transmissão ao vivo pelo Facebook. Outras medidas como reabertura de shoppings e academias além do uso obrigatório de máscaras também foram anunciadas. 

Segundo Marcos Trad, equipes da Guarda Metropolitana e Vigilância Sanitária continuarão nas ruas orientando as pessoas a voltarem para as residências e também no fechamento do comércio após o horário estabelecido. “A Justiça entendeu que era legal, constitucional e extremamente oportuno o toque de recolher, então será prorrogado até o dia 10 de maio”, disse. 

A medida havia sido implantada por meio de decreto por 15 dias, prorrogado por mais 15. A nova prorrogação será por mais tempo, 20 dias. Os estabelecimentos que não respeitarem a ordem de fechamento poderão ter o alvará de funcionamento suspenso pela Semadur.

Segundo dados disponibilizados pela Guarda Metropolitana, de 21 de março à 12 de abril, a guarnição recebeu 3.184 denúncias de descumprimento do decreto.  Ao todo, 1.245 pessoas foram orientadas sobre a Covid-19 e 2.187 pessoas foram abordadas durante o período e 8 pessoas presas no geral. 

Em relação aos estabelecimentos comerciais, a Guarda divulgou que durante esses dias, 693 estabelecimentos foram fiscalizados, 17 notificados e 2 interditados.

 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.