Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

Com casos em alta, toque de recolher estadual é prorrogado por mais 15 dias

Circulação é proibida das 22h às 5h, exceto em casos de emergência e trabalho
08/01/2021 10:17 - Glaucea Vaccari


Com os casos confirmados e mortes por Covid-19 ainda batendo recordes, o governo de Mato Grosso do Sul prorrogou, por mais 15 dias, o toque de recolher em todo o Estado.

A proibição de circulação é das 22h às 5h, exceto para casos de serviços considerados essenciais.

Decreto com a prorrogação foi publicado na edição desta sexta-feira (8) do Diário Oficial do Estado.

Últimas notícias

O toque de recolher estadual é válido para todos os municípios de Mato Grosso do Sul, mas não impede que os administradores municipais adotem toque de recolher mais rígido.  

O horário de início, no entanto, não pode ser após o fixado pelo governo. Em Campo Grande, o horário é o mesmo do decreto estadual, das 22h às 5h.

Conforme a publicação, o crescente número de pessoas infectadas e, consequentemente, das taxas de ocupação de leitos hospitalares acarretam na necessidade da intensificação das medidas de controle da proliferação do coronavírus.

Durante o período de vigência, é vedada a circulação de pessoas, salvo em razão de trabalho, emergência médica ou urgência inadiável.

Os estabelecimentos comerciais que não são essenciais também não podem receber clientes durante o toque de recolher, mas é permitido o delivery.

A prorrogação entra em vigor no domingo (10). Isto porque o toque de recolher atual termina neste sábado (9). A vigência será até o dia 25 de janeiro.

A fiscalização do toque de recolher é de responsabilidade da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária estadual, em conjunto com as Guardas Municipais e Vigilâncias Sanitárias dos municípios.

O desrespeito a medida é passível de penalização e autuação pelo crime de desobediência.

Os municípios devem adotar as medidas de redução de mobilidade, conforme orientações do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir).

Mato Grosso do Sul já tem mais de 140 mil casos confirmados e 2.486 mortes por Covid-19.