Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

"Eleições e festas noturnas contribuíram para o pico", diz Marcos Trad

Prefeito afirmou que não há colapso e que a situação está controlada na Capital
25/11/2020 15:02 - Gabrielle Tavares, Glaucea Vaccari


Prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD) afirmou que o aumento expressivo nos casos confirmados de Covid-19 é reflexo das eleições e das festas noturnas.  

Nesta quarta-feira (25), ao anunciar o retorno do toque de recolher, prefeito classificou o aumento de casos como um novo pico, dizendo discordar da “terminologia onda”.

Acompanhe as últimas notícias

“Esse pico já havia precisão porque dois motivos contribuíram para isso, eleições e festas noturnas. O que refletiu foi afrouxamento das medidas de proteção e eleições, isso é claro, a eleição trouxe aglomeração, não adianta tapar o sol com a peneira”, afirmou o prefeito.

Quanto ao aumento das taxas de ocupação dos hospitais públicos e privados, Trad afirma que a situação está sendo monitorada e está controlada.

Isto porque, segundo o prefeito, leitos que foram desativados quando a curva começou a cair podem ser reativados.

“O certo é que tem capacidade de contratualização, os leitos estão aí, as bombas de infusão estão aí, as equipes estão aí e não há motivo [para preocupação], está tudo no controle”, garantiu.

Assim como afirmado pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, o prefeito também diz que a maioria dos novos casos estão sendo confirmados em pessoas da faixa etária de 18 a 42 anos, que costumam apresentar sintomas mais leves.

“Essa faixa etária, eles são menos mortais do que aqueles acima de 60 anos, por isso a taxa de mortalidade não aumentou, a média móvel aumentou, mas a taxa de mortalidade diminuiu”.

Outro ponto levantando pelo prefeito para o aumento de casos é o aumento no número de testes.

“Alguns puderam ter a doença há 15 dias, mas não faziam os testes. Agora estão fazendo porque está todo mundo mandando e fazer e as pessoas estão indo”, alegou.

Como um dos fatores que a equipe da prefeitura identificou como um dos focos de contaminação são festas e eventos noturnos, foi decretado o retorno do toque de recolher a partir de sexta-feira (27), da meia-noite às 5h.

A princípio, medidas não serão endurecidas além da restrição de horário de circulação, mas as regras que estão em vigência, de atendimento com 50% do público máximo e uso de máscaras terão fiscalização intensificada.

“Se as pessoas voltassem a ter os mesmos cuidados que tinham em março, abril e maio, não estaria assim. Não é que são os jovens, é o relaxamento dos equipamentos de proteção, é o relaxamento natural, de todo mundo, não é só para jovens”, explicou.

Prefeito pediu que todos cumpram as medidas de prevenção, utilizando máscaras e mantendo o distanciamento social, além do uso de álcool em gel.