Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REVIVA CAMPO GRANDE

Trecho entre a 15 de Novembro e Afonso Pena é liberado na 14 de Julho

Interdição continua apenas na quadra entre Maracaju e Antônio Maria Coelho
16/04/2019 18:31 - GLAUCEA VACCARI


 

Trecho da avenida 14 de Julho, entre a rua 15 de Novembro e Avenida Afonso Pena, foi liberado para o tráfego na tarde de hoje (16). Local estava totalmente interditado para obras do Reviva Campo Grande.

De acordo com a empresa responsável pelo Reviva, a Engepar, apesar de liberado, obras continuam na quadra, com a construção de áreas de estacionamento com piso intertravado e infraestrutura necessária para garantir acessibilidade no local. 

Ainda está interditado o trecho entre a Rua Maracaju e Antônio Maria Coelho para finalização das etapas subterrâneas. 

A intervenção é feita na avenida em todo o trecho entre as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. Até agora, já foi concluída a rede de esgoto em toda a extensão, com retirada da tubulação antiga, e a parte de drenagem, que demandou trabalhou de escavação, está quase finalizada. 

Simultaneamente ao trabalho da Engepar,  companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGás) está fazendo a expansão da rede de gás natural para atender os comerciantes e moradores da região, já tendo sido executadas 80% das obras de tubulação. 

Com o encerramento das chamadas obras enterradas,  as concessionárias de água, esgoto e telefonia irão atuar na instalação de cabeamentos e afins, o que não exigirá mais interdições. Também será feita daqui para frente a retirada dos postes e fios na extensão da rua.

A revitalização da Rua 14 de Julho é a primeira etapa do projeto Reviva Centro. Do total de US$ 56 milhões (cerca de R$ 200 milhões) emprestados do BID para execução das obras , R$ 49,2 milhões serão aplicados na revitalização da Rua 14 de Julho. O prazo total para execução desta etapa é de 22 meses.

Conforme o sócio da Engepar, engenheiro Carlos Clementino Moreira Filho, embora o prazo final seja no dia 5 de março de 2020,  as obras estão dentro do cronograma e a intenção é entregá-la finalizada até novembro.

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido