Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BAIXA

Secretária de cultura e turismo da Capital, Melissa Tamaciro pede demissão da pasta

Produtor cultural Max Freitas assume seu lugar na secretaria
22/04/2020 16:01 - Fábio Oruê


 

No comando da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) desde março de 2019, Melissa Tamaciro anunciou, na tarde desta quarta-feira (22), em vídeo em seu Instagram, que não integra mais a equipe de secretários do Prefeito Marcos Trad (PSD). 

“Entreguei ao prefeito a minha carta de pedido de exoneração do cargo de secretária municipal de cultura e turismo de Campo Grande. Nesses doze meses de atuação venci barreiras inimagináveis para gente que vem de fora e que não conhece a burocracia do sistema público”, iniciou ela no vídeo. Em seu lugar, assume o produtor cultural Max Freitas.

Tamaciro listou os feitos e projetos executados enquanto esteve à frente da secretaria, como o Rally dos Sertões e o Reviva Cultura na 14 de Julho “antes mesmo da entrega da obra”. Ela também relembrou feitos que a marcaram, como novo prédio do Arquivo Histórico de Campo Grande (Arca) e a reforma do Paço Municipal, uma emenda do então deputado estadual Luiz Henrique Mandetta, ex-secretário de Saúde.

Ao Correio do Estado, o prefeito Marcos Trad disse que o novo gestor deve ser oficialmente publicado na sexta-feira (24). Melissa alegou motivos particulares por sua saída. Ela entrou no lugar de Nilde Brun, que estava na pasta desde o começo da gestão de Trad e também saiu alegando problemas particulares. 

 
 

NOVO SECRETÁRIO

Freitas tem 37 anos e é formado em Administração de Empresas na Universidade Católica Dom Bosco, mas sempre atuou na área cultural. Trabalha como produtor cultural há mais de 20 anos.

Estava ocupando o cargo de diretor-geral da Fundação de Cultura do Estado de Mato Grosso do Sul, onde junto com sua equipe esteve à frente da produção do Festival de Inverno de Bonito e do Festival da América do Sul, nos últimos 5 anos.

Dentre outros trabalhos realizados em sua gestão, destacam-se a Semana para a Dança, Boca de Cena, Semana do Artesão e MS Canta Brasil.

O novo titular da Sectur diz que aceitou o convite do prefeito Marquinhos Trad, por acreditar na administração municipal e por ter vontade de contribuir com a classe da cultura e turismo, neste momento difícil que atravessamos.

“Assumo a gestão da Secretaria de Cultura e Turismo em um momento delicado para todos nós, mas acredito que a minha experiência e trabalho possam contribuir com a gestão”, assegura Max.

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!