Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRÂNSITO

Últimos dias para pagar licenciamento de veículos com placas finais 7 e 8

Emissão de boleto e pagamento podem ser realizados por meio de aplicativos
27/08/2020 11:29 - Gabrielle Tavares


Veículos com pacas finais 7 e 8 devem ser licenciados até o fim do mês de agosto, próxima segunda-feira (31).  Ao todo, 328.574 veículos devem ser regularizados nessa etapa.

Não é necessário se deslocar até agências para a emissão do boleto, basta acessar o site do Detran-MS ou baixar o aplicativo Detran Mobile. Depois de emitido, a conta pode ser paga através de aplicativo bancário.

Também é possível obter o documento pelo aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito) e compartilhá-lo em formato PDF com o principal condutor.  

Dos 328.444 veículos com placa final 5 e 6 que deveriam ser licenciados no mês de julho, apenas 126.138 estão em dia, ou seja, 38,4% da frota.

Parcelamento

Quem realiza o pagamento em dia pode parcelar no cartão de crédito em até 12 vezes, com a regularização imediata da situação do veículo.

Nove empresas são credenciadas ao Detran para realizar o serviço, a relação pode ser consultada aqui.

Taxas

Conforme relação de taxas Departamento Estadual de Trânsito (Detran/MS), para pagamentos dentro do prazo de vigência o valor do licenciamento, atualmente, é de R$ 163.57 ; já quem pagar fora do prazo de validade o valor sobe para R$ 212.37.  

Taxa é calculada de acordo com o valor de Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul (Uferms), que em agosto está em R$ 31,18.

Pagamento pode ser feito no valor total à vista ou parcelado em até 12 vezes no cartão de crédito. 

 
 

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...