Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVENÇÃO

Unidades de saúde do Estado devem receber álcool 70% na próxima semana

Produto envasado em cervejaria chegou na SES escoltado por bombeiros
21/03/2020 10:24 - Izabela Jornada


 

O primeiro carregamento de álcool 70% que será distribuído aos municípios de Mato Grosso do Sul chegou na noite desta sexta-feira (20). O volume correspondente a 200 litros foi doado pela Associação dos Produtores de Bioenergia (Biosul) e será envasado em frascos de dois litros pela indústria cervejaria Bamboa, instalada em Campo Grande.

Por ser um produto altamente inflamável, o volume de álcool chegou em uma carreta bi-trem escoltada por dois caminhões do Corpo de Bombeiros.

A Secretaria de Saúde Estadual (SES)priorizará a distribuição desses materiais em hospitais de referências para o tratamento, com leitos de atendimento dos municípios, levando em conta ainda o número de habitantes, o restante será distribuído de acordo com os critérios e necessidade de cada secretaria municipal.

Na quinta-feira (19), a Secretaria realizou uma reunião, por videoconferência, para alinhamento das ações em combate ao coronavírus nos municípios. O volume restante da doação da Biosul será produzido, entregue e distribuído gradativamente.

Para o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, a ação das instituições e da iniciativa privada mostra a sensibilidade em relação ao atual cenário. “Estamos contando com o apoio e solidariedade de empresas e indústrias instaladas em Mato Grosso do Sul. Neste momento toda a ajuda é bem-vinda e quem se dispor a auxiliar nesse processo do álcool para os hospitais pode entrar em contato com o Governo”, declarou durante a transmissão ao vivo nas redes sociais oficiais do Governo de MS, nessa quinta-feira (19).

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.