Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MORENINHA

Universidade desiste e hospital será reformado com verba de emendas

Previsão é de que sejam necessários R$ 5,5 milhões para obra
03/03/2020 08:57 - Daiany Albuquerque


 

Os R$ 5 milhões para a reforma do antigo Hospital da Mulher, onde funcionará um centro de consultas e exames devem vir por meio de emedas. Segundo o titular da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), José Mauro de Castro Filho, a universidade que havia se interessado por fazer uma parceria público-privada (PPP) com a Prefeitura, desistiu negócio.

“A universidade fez uma consulta jurídica e ela não consegue fazer esse tipo de obra, a finalidade dela não vai conseguir”, declarou o secretário. Conforme Castro, o espaço, localizado no bairro Moreninha III, funcionará como uma “Day Clinic”.

Com essa mudança, a secretaria já negociou a destinação deste recurso por meio de emendas parlamentares. “A gente deve estar cadastrando agora esse mês. Já vamos pedir para fazer o processo licitatório. Nós vamos esperar liberar o recurso, são R$ 5 milhões, mas nós já demos andamentos para fazer o processo licitatório internamente”.

Ainda segundo o secretário, o propositor da emenda foi o senador Nelson Trad Filho (PSD), irmão do prefeito Marcos Trad. Em reunião no último fim de semana, o parlamentar teria informado que o valor já estava cadastrado. A verba vem por meio de emendas para investimento e reformas.

“Ano passado conseguimos R$ 60 milhões para custeio. Agora esses recursos são para investimento e reformas, que não abriram no ano passado, então estamos no aguardo de abrir essas emendas para efetivamente receber esse recurso”, explicou Castro.

A previsão é de que a licitação para contratação da empresa que fará a reforma já saia no segundo semestre deste ano.  

A obra também já tem garantido os recursos para a compra dos equipamentos do centro médico. “São 9 milhões para equipamentos que poderão ser utilizados lá na unidade, que estão empenhados. Somente depois que tiver o contrato para terminar a obra é que essa compra será feita”, explicou o secretário no mês passado.

PROJETO

O local terá estrutura de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), centro cirúrgico, laboratório e exames. O projeto de reforma e ampliação do prédio preveem gastos de cerca de R$ 5,5 milhões.

Quando o centro médico estiver pronto, que funcionará como uma “Day Clinic”, serão disponibilizados 23 leitos para internação, além de ter capacidade para fazer aproximadamente 50 cirurgias eletivas por dia. O foco será nas especialidades com a maior demanda na cidade, especialmente nas áreas de ginecologia, obstetrícia e geral.

A contratualização de serviços de saúde para áreas de cirurgia eletiva de baixa, média e alta complexidade é um dos desafios da Sesau. Alguns hospitais fazem os procedimentos, porém, não garantem a diminuição da fila do Sistema Único de Saúde (SUS) em Campo Grande, que hoje está em aproximadamente 5 mil pessoas.

O prédio, após a reforma e ampliação, deverá ter entre 24 e 26 leitos de enfermaria e três salas de cirurgia. Cada uma das salas poderá fazer uma cirurgia por hora, entre às 7h e às 22h ou meia-noite (ainda não está definido o horário de funcionamento da nova unidade).  

Segundo a Sesau, a unidade das Moreninhas poderá atender os casos mais simples, como cirurgias de vesícula, apendicite, trauma ortopédico leve e eletivo, ginecologia e pediatria.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.